Barbie comemora 60 anos e lança boneca com perna protética

bazar
13.02.2019, 14:51:00
(Foto: Reprodução/Instagram)

Barbie comemora 60 anos e lança boneca com perna protética

Há também uma versão com cadeira de rodas

Em 2019, a Barbie completa seus 60 anos! Incrível, não é? Pois, para celebrar o marco, a Mattel resolveu lançar novas versões da boneca - com muita diversidade e inclusão social. Por exemplo, há uma opção que tem uma perna protética!

Siga o Bazar nas redes sociais e saiba das novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração, tecnologia, pets, bem-estar e as melhores coisas de Salvador e da Bahia:

A novidade foi anunciada no próprio Instagram, @barbie. “No decorrer dos anos, a linha Barbie Fashionistas evoluiu para refletir mais as garotas ao redor do mundo. Nós estamos animados para expandir nossa contribuição com a linha mais inclusiva e diversificada de bonecas”, escreveram os responsáveis, na legenda.

Kim Culmone, vice-presidente de Design da Barbie, revelou à revista Teen Vogue que trabalhou com Jordan Reeves - um menino de 12 anos que tem um braço de prótese -, para ajudar a deixar as novas bonecas o mais realista possível.

A partir da história dele, foi decidido que a prótese pode ser ser retirada e colocada novamente, para deixar o brinquedo ainda mais realista. 

Cadastre seu e-mail e receba novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração, pets, tecnologia, bem-estar, sexo e o melhor de Salvador e da Bahia, toda semana:

Não para por aí: também está sendo lançada uma versão em cadeira de rodas. "Esse foi um dos modelos mais pedidos pelos consumidores. É importante que a gente os ouça", disse Kim, também para a Teen Vogue.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas