Barragem da Vale se rompe em Brumadinho, na Grande Belo Horizonte

brasil
25.01.2019, 13:16:00
Atualizado: 25.01.2019, 15:09:02
(Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Barragem da Vale se rompe em Brumadinho, na Grande Belo Horizonte

A Prefeitura da cidade emitiu um alerta para que a população fique longe do leito do Rio Paraobepa

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma barragem da Vale se rompeu na tarde desta sexta-feira (25), em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Bombeiros e Defesa Civil foram chamados para atender a ocorrência. Segundo a mineradora, o rompimento foi no começo da tarde na Mina Feijão. Pelo menos duas pessoas ficaram feridas. Pouco mais de três anos atrás, a barragem do Fundão, da Samarco (Vale e BHP), rompeu em Mariana, provocando o maior desastre ambiental do Brasil e causando a morte de 19 pessoas.

Os rejeitos atingiram a área administrativa do local e parte da comunidade da Vila Ferteco, de acordo com informações iniciais. "A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade", diz nota da empresa.

A Prefeitura da cidade emitiu um alerta para que a população fique longe do leito do Rio Paraobepa. O Instituto Inhotim, por precaução, está retirando funcionários e visitantes que estavam no local. Moradores da parte mais baixa da cidade também estão sendo removidos. O secretário de Estado do Meio Ambiente, Germano Vieira, está indo para o local. “O governo de Minas Gerais já designou a formação de um gabinete estratégico de crise para acompanhar de perto as ações”, diz nota do governo mineiro. 

A assessoria do Ministério do Desenvolvimento Regional informou que o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, está se deslocando de Maceió para o local do acidente. Ele está acompanhado do diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Armin Augusto Braun.

Vídeos mostram o helicóptero dos Bombeiros socorrendo feridos.

Leia a íntegra da nota da Vale:

A Vale informa que ocorreu, no início da tarde de hoje, o rompimento de uma barragem na Mina Feijão, em Brumadinho (MG). As primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local. A Vale acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens.

A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade.

A companhia vai continuar fornecendo informações assim que confirmadas."

(Foto: Reprodução)

Leia a nota do governo de Minas

"Uma força-tarefa do Estado de Minas Gerais já está no local do rompimento da barragem em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para acompanhar e tomar as primeiras medidas.

O Corpo de Bombeiros por meio do Batalhão de Emergências Ambientais, e a Defesa Civil também já estão no local da ocorrência trabalhando e há dois helicópteros sobrevoando a região.

O Governo de Minas Gerais já designou a formação de um gabinete estratégico de crise para acompanhar de perto as ações. Assim que houver mais informações, o Governo de Minas Gerais emitirá novos comunicado"

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas