Bate-pronto: Copa do Nordeste ‘goleia’ por 13x2

bate-pronto
10.07.2017, 06:19:00

Bate-pronto: Copa do Nordeste ‘goleia’ por 13x2

O CORREIO ouviu o único clube fundador da Liga do Nordeste que ainda não havia se pronunciado sobre a permanência na entidade: “O Sergipe mantém o apoio à continuidade da competição e da liga”, disse Lailson Melo, presidente do Conselho Deliberativo do Jipão. O clube, que chegou às quartas neste ano, não conseguiu vaga na Copa do Nordeste do ano que vem. Assim, o placar final entre os 16 fundadores da Liga do Nordeste é de 13 que continuam na entidade – Bahia, Vitória e Flu de Feira entre eles – contra dois, Sport e Náutico, que decidiram deixá-la por discordar dos valores da competição. O Santa Cruz, que inicialmente se juntaria aos colegas pernambucanos, vai decidir em reunião do seu Conselho Deliberativo. O clube aguarda a melhora do vice-presidente Constantino Júnior, com problemas de saúde. 

Assim como na final deste ano, Sport e Bahia se colocam em lados diferentes em relação à Copa do Nordeste
(Foto: Vitor Villar / CORREIO)

Cotas discutidas nesta semana...

Representantes dos 20 times que disputarão a próxima Copa do Nordeste virão a Salvador nesta quinta-feira para uma reunião com o presidente da liga, Alexi Portela. No encontro será debatido  o valor que será distribuído entre os clubes. A previsão é que R$ 23 milhões sejam pagos. O modelo de distribuição das cotas – quanto será pago na fase de grupos e nas subsequentes – também será discutido.

... dupla Ba-Vi já ganhou R$ 9 mi

Participante de todas as edições desde 2013, o tricolor recebeu mais de R$ 6,1 milhões com as cotas do Nordestão. Já o Leão, que não disputou a edição de 2016, arrecadou R$ 3,3 milhões. A edição 2017 foi a que mais pagou: R$ 18,5 milhões para 20 clubes. O Bahia, campeão, ficou com R$ 2,85 milhões. Já o Vitória, semifinalista, recebeu R$ 1,6 milhão. A Juazeirense, eliminada nos grupos, levou R$ 600 mil.

Presidente do Sport ‘não vai torar’...

No dia seguinte à coletiva em que anunciou saída da Copa do Nordeste, foi divulgado nas redes sociais um vídeo em que o presidente do Sport, Arnaldo Barros, garante a um torcedor que não vai voltar atrás na sua decisão. O dirigente foi firme na resposta: “Tu acha que eu vou a público dizer que a gente vai sair e eu vou me torar, é? Eu sou homem de me torar?”, disse. E prometeu entregar à CBF a desistência do torneio: “Já que o pessoal não entende eu tô desenhando“.

... mas ainda não pediu saída à CBF

No entanto, o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, garantiu não ter recebido qualquer comunicado de Sport e Náutico: “Não recebemos nada formal. Na sexta-feira (30) fizemos uma consulta às federações para que elas se manifestassem, mas Pernambuco não respondeu”, disse ao Jornal do Commercio. Os clubes têm até a divulgação da tabela para anunciar desistência sem serem punidos.

Jogos da seletiva até em janeiro

Desde que os quatro jogos da fase preliminar do Nordestão foram sorteados, há uma semana, a CBF tem encontrado dificuldade para definir as datas dos jogos, em ida e volta. A ideia é não atrapalhar o Brasileirão. Para o confronto entre Fluminense de Feira e Globo-RN, que disputam a Série D, a FBF sugeriu que as datas fossem 9 e 16 de agosto, no intervalo entre as quartas de final e as semifinais da divisão. O argumento é que os times já saberiam se estarão na Série C do ano seguinte ou se jogariam a seletiva para ‘salvar o ano’. O maior problema é o duelo entre Treze e Cordino-MA, times sem calendário neste segundo semestre e que já dispensaram seus jogadores. O pedido da federação paraibana é que o duelo só aconteça em janeiro do ano que vem. Os demais duelos são entre CSA (Série C) x Parnahyba (Série D) e Santa Cruz (Série B) x (Série D).

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas