BBB 22: Após vídeo íntimo vazar, polícia pede medida protetiva para Natália

em alta
19.01.2022, 21:39:59
(Reprodução/Instagram)

BBB 22: Após vídeo íntimo vazar, polícia pede medida protetiva para Natália

Participante do Big Brother Brasil 2022, Natália Deodato teve um vídeo íntimo vazado nas redes sociais

A Polícia Civil de Minas Gerais pediu à Justiça uma medida protetiva para Natália Deodato, participante do Big Brother Brasil 2022. Ela teve um vídeo íntimo vazado nas redes sociais durante a noite de terça-feira, 18, e a madrugada de quarta-feira, 19.

De acordo com o portal G1, o suspeito é um homem de 39 anos. Um procedimento de investigação foi instaurado para apurar os fatos.

"A Polícia Civil recebeu a denúncia, ontem (18/1) à noite, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em BH, e foi instaurado procedimento investigatório para apuração dos fatos”, informa a nota da polícia.

“O suspeito, de 39 anos, é investigado por injúria, mas os trabalhos policiais seguem em andamento para identificar eventuais crimes praticados no âmbito da violência doméstica. A autoridade policial, responsável pela investigação, requereu medida protetiva para a vítima ao Judiciário", complementa.

Com a situação, os administradores das redes sociais de Natália se posicionaram. “A equipe já está ciente das mídias que estão sendo compartilhadas e iremos tomar as medidas cabíveis. O compartilhamento desse conteúdo é um desrespeito à participante enquanto mulher e também à família dela”, escreveram.

“Isso é muito sério e nenhuma pessoa deveria passar por essa exposição. Pedimos que denunciem todas as publicações e também perfis que estão compartilhando. Precisamos derrubar esse conteúdo e precisamos da ajuda de vocês”, pediram.

A equipe de outros integrantes do reality show também apoiaram Natália Deodato, como Brunna Gonçalves, Lucas Bissoli, Eslovênia Marques, Bárbara Heck, Laís Caldas e Jessilane Alves e Luciano Estevam.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas