Biden tropeça três vezes e cai ao subir escadas do avião presidencial americano

mundo
19.03.2021, 20:46:00
Atualizado: 19.03.2021, 20:46:41
(Reprodução)

Biden tropeça três vezes e cai ao subir escadas do avião presidencial americano

Tropeço atraiu a atenção da mídia conservadora, pelo fato de o ex-presidente Trump e outros terem questionado a resistência física e mental de Biden durante a campanha de 2020

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, tropeçou três vezes nesta sexta-feira, 19, ao subir as escadas do Air Force One - o avião reservado ao chefe de governo americano -, que o levou de Washington para Atlanta.

No momento em que subia as escadas para entrar na aeronave, Biden perdeu o equilíbrio ainda nos primeiros passos, se agarrou no corrimão com uma das mãos, voltou a tropeçar e conseguiu se segurar com a outra mão.


Depois, voltou a se desequilibrar e sofrer uma leve queda de lado, da qual se recuperou rapidamente para entrar no Air Force One, em meio a uma saudação militar e sorriso constrangido do presidente.

Biden e a vice-presidente americana, Kamala Harris, viajaram para Atlanta, onde se reunirão com cidadãos de origem asiática, três dias depois da morte de oito pessoas em crimes que aconteceram em casas de massagem asiáticas na cidade.

"Ele está bem, está muito bem", assegurou Karine Jean-Pierre, sua porta-voz, após o incidente, sem especificar se um médico o viu uma vez a bordo.

Biden se tornou em 20 de janeiro, aos 78 anos, o presidente mais velho da história dos EUA. Em novembro, após sua eleição, o democrata torceu o tornozelo enquanto brincava com um de seus cachorros e precisou usar uma bota ortopédica por dias.

O tropeço de Biden na sexta-feira atraiu a atenção da mídia conservadora, especialmente devido ao fato de o ex-presidente Donald Trump e outros terem questionado a resistência física e mental de Biden durante a campanha de 2020.

O filho de Trump Donald Trump Jr. usou o Twitter para lembrar que a imprensa "criticou" seu pai por tocar o corrimão uma vez e ironizou o incidente com o democrata: "é a imagem da saúde" . "Não admira que todos os nossos inimigos estejam atacando simultaneamente e zombando dele (Biden) publicamente."

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas