Biel discute com apresentadora e abandona entrevista ao Pânico

variedades
23.10.2018, 16:48:00
Atualizado: 23.10.2018, 16:51:48

Biel discute com apresentadora e abandona entrevista ao Pânico

Amanda Ramalho reafirmou que queria ver cantor morto; houve confusão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O funkeiro Bial abandonou a entrevista ao programa Pânico, na Jovem Pan, depois de uma discussão ao vivo com a apresentadora Amanda Ramalho. Ela relembrou as acusações contra o artista, de assédio sexual e agressão, e reafirmou que disse anteriormente que preferia ver o artista morto.

Ele ficou pouco mais de 20 minutos no ar e acabou falando pouco da carreira, respondendo mais sobre as polêmicas em que esteve envolvido. Amanda começou a perguntar sobre a confusão do artista com a ex-mulher, a digital influencer Duda Castro, que acusou Biel de casar com ela pelo visto americano e depois disse que ele o agrediu nos EUA. 

"Você casou, separou, foi acusado de agressão, foi agredido...", disse Amanda, que acabou interrompida por Biel. "Você viu o que você acabou de falar? Eu fui acusado de agressão", pontuou. Ele depois lembrou que em 2016, quando saiu do Brasil, a apresentadora falou no Pânico que ele deveria ter morrido. 

Veja a partir de 1h20:

"Eu tenho o vídeo, você quer que eu te mostre?", provocou o artista. "Esse foi o auge da minha carreira, obrigada então, Amanda, me posicionei certa", respondeu a apresentadora. "Se eu falei, eu falei", afirmou. 

O apresentador Emilio Surita tenta acalmar a situação, sem sucesso. "A palavra tem poder", diz Biel. "Que pena que a minha não rolou", responde Amanda. "Como vocês empregam uma pessoa dessas?", questiona o funkeiro.

"Vou sair daqui e vou postar no meu Stories, vou marcar a Amandinha", promete Biel, que então se despede do público e se levanta para sair. Os seguranças tentam barrar a saída do cantor, mas ele insiste e se retira.

Outra apresentadora do programa, Paulinha Krausche também sai do estúdio depois de brigar com Amanda. "Chega, tá feio. Que horror, ele é nosso convidado!", diz ela. "Você tem que ter respeito, menina. Vai se tratar ou assume as coisas que você fala. Você não respeita o Emílio, que é seu chefe", acusa.

Surita tenta continuar falando, enquanto espera que convençam Biel a voltar, mas Amanda pede que ele desligue o microfone. "Emílio, não é para render o bloco, eu não tenho graça nenhuma, to chorando, o menino tá mal, a Paulinha também... Desliga isso e vamos conversar fora do. Tenha hombridade, não queira render o bloco porque tá rendendo audiência", diz ela, já em lágrimas. "Dá licença que eu estou trabalhando", responde Surita.

De acordo com o Notícias de TV, Surita conversou em particular com Amanda e pediu que ela tenha postura menos agressiva durante as entrevistas. Amanda se posicionou nas redes sociais. "Eu nao sou do tipo de pessoa que deseja a morte de alguem . Foi uma força de expressao que utilizei na epoca. Eu mantenho minha posicao de repudio as atitudes das quais ele foi acusado. Sobre meu comportamento hj: Nem sempre as coisas saem como queremos",

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas