Bolsonaro desistiu de 'príncipe' como vice após dossiê falso com fotos de suruba gay

em alta
13.11.2019, 18:14:17
Atualizado: 13.11.2019, 18:21:51
(Divulgação)

Bolsonaro desistiu de 'príncipe' como vice após dossiê falso com fotos de suruba gay

Alexandre Frota diz que Jair perguntou se ele sabia orientação de Orleans e Bragança

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


O presidente Jair Bolsonaro desistiu de convidar o 'príncipe' Luiz Philippe de Orleans e Bragança depois de ser informado pelo advogado Gustavo Bebianno, braço direito durante sua campanha, que haveria fotos de Orleans e Bragança participando de uma orgia gay. O deputado afirmou à revista Época que as informações - e as fotos - são falsas e foram usadas para atingí-lo.

"Bebianno armou e não queria que eu fosse o vice. Ele disse ao presidente que haveria um dossiê que tinha fotos minhas, segundo um amigo me contou na ocasião. O dossiê foi usado porque era domingo de manhã e era o último dia para protocolar quem seria o vice. Ele não queria colocar um militar, inicialmente", disse ele.

Orleans e Bragança diz que Bolsonaro pediu desculpas a ele ontem, quando afirmou que deveria ter optado por ele, e não pelo general Hamilton Mourão, como vice-presidente na chapa. "Casei errado", brincou o presidente. 

"Sei que esse tipo de armação ocorre a todo momento. Sei que circulam informações falsas. O dossiê era de fotos que eu fazia uma suruba gay e que eu batia em mendigo", detalha. 

O deputado federal Alexandre Frota disse à Folha de S. Paulo que Bolsonaro na época da campanha lhe perguntou se Orleans e Bragança era homossexual. Na ocasião, o então candidato afirmou que tinha recebido "fotos comprometedoras" de Orleans e Bragança. “Perguntei: ‘Que fotos?’ (Bolsonaro) disse que depois me mostraria, mas me perguntou se eu sabia se o príncipe era gay ou não. Eu disse que não sabia”, contou à colunista Monica Bergamo.

Foi então que Bolsonaro pediu a ele o número de Levy Fidelix, presidente do PRTB, para entrar em contato com Mourão e convidá-lo para sua chapa. “Ele (Bolsonaro) pediu para que eu não falasse nada sobre o príncipe deixar de ser o vice dele, que ele conduziria com a imprensa”.

O Palácio do Planalto diz que não vai comentar o caso. 

Leia relato do caso enviado por Frota à Folha:

“Ele [Bolsonaro] estava com o [coordenador da campanha, Gustavo] Bebianno no aeroporto para embarcar para São Paulo. Era dia da convenção do PSL e ele havia convidado o príncipe Frozen [referindo-se à Philippe] para ser vice. Às 5h, me ligaram do aeroporto pedindo o celular do Levy Fidelix [presidente do PRTB] e dizendo que [Bolsonaro] iria chamar o General [Hamilton Mourão] pra vice, que não iria colocar o príncipe porque haviam mandado umas fotos do príncipe pra ele.

Perguntei: que fotos? Ele disse que depois me mostraria, mas me perguntou se eu sabia se o príncipe era gay ou não. Eu disse que não sabia.

Ele pediu para que eu não falasse nada sobre ele deixar de ser o vice, que ele conduziria com a imprensa.

A gente se encontrou no aeroporto. Dei o celular do Levy e fui esperá-lo no aeroporto. Com ele estavam Bebianno e [candidato a deputado] Julian Lemos. Às 9h, eles chegaram.

Durante o trajeto, ele ligou para o Levy e fechou com o Mourão. Tanto que na convenção, nem cumprimentou o príncipe, que estava lá com amigos, fotógrafos e a corte para ser anunciado. Ficou só olhando.

Bebianno, Levy e Julian sabem que foi assim. Inclusive, no aeroporto, quem estava comigo era o Marcos Pontes e a esposa dele. Bolsonaro chamou Pontes para ir com ele dentro do carro da PF. Quando acabou a convenção, fomos para o clube Sírio Libanês, onde estava acontecendo a convenção do PRTB, e ali foi anunciada a vice-liderança do Mourão, hoje descartado covardemente por Jair.

Nunca vi as fotos e não sei do que se tratam. Apenas imagino.”

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/historia-e-solidariedade-marcam-a-primeira-live-do-bloco-ile-aiye/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moda-comunica-mais-que-tendencias/
Representatividade  é o tema desse editorial fotografado e protagonizado por jovens negros
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/e-sofrencia-musicas-de-arrocha-foram-as-mais-ouvidas-pelos-baianos-na-quarentena/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bisneta-de-mae-senhora-inspira-baiana-azul-de-amaralina-conheca-cida-de-nana/
Bel Borba a contratou como modelo para monumento às baianas sem saber de ascendência, que inclui Mestre Didi e uma das fundadoras da 1ª casa de candomblé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/devo-ou-nao-devo-usar-mascara-na-atividade-fisica-eis-a-polemica-precos-chegam-a-r-120/
Tire suas dúvidas e confira 10 máscaras esportivas disponíveis no mercado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bau-do-marrom-o-dia-que-daniela-mercury-superou-britney-spears-em-portugal/
Durante a apresentação de Daniela Mercury no Rock in Rio Lisboa em 2004 falei até na TV portuguesa sobre Daniela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-quarentena-anitta-lanca-clipe-para-tocame-com-gui-araujo-assista/
Vídeo traz fãs dançando em casa; é a primeira vez que funkeira contracena com namorado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/secretario-do-ministerio-da-saude-destrata-garcom-em-transmissao-ao-vivo-sai-dai/
Élcio Franco falava em medidas de segurança para reabertura da economia quando se incomodou com presença de servidor
Ler Mais