Bolsonaro discorda de Rui sobre estudantes ricos pagarem em universidades públicas

bahia
23.05.2019, 14:15:00
Atualizado: 23.05.2019, 18:02:31
(Marcos Corrêa/Agência Brasil e Manu Dias/GOVBA)

Bolsonaro discorda de Rui sobre estudantes ricos pagarem em universidades públicas

Presidente também disse que 'diploma não é garantia de emprego'

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Durante um café da manhã com jornalistas nesta quinta-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro discordou da ideia do governador Rui Costa de que as famílias mais ricas paguem pelo estudo de seus filhos em universidades públicas do país. Na visão do líder nacional, esta medida “espantaria” os estudantes com esse perfil familiar para faculdades de outros países, como Portugal. 

“Se as universidades públicas começarem a cobrar R$ 3 mil em mensalidade dos alunos, vai ter fuga em massa nos cursos de graduação do Brasil. Eu sou contra uma medida como esta, porque o pai vai preferir pagar para o filho estudar em outros países”, disse o presidente da República.

Bolsonaro também disse que acredita mais na eficácia de um “bom curso técnico” nas chances de alguém conseguir um emprego do que em um curso superior. “Diploma na parede não é garantia de emprego”, afirmou Bolsonaro, que voltou a defender o aporte de mais recursos no ensino básico. 

Nessa quarta (22), o governo se viu obrigado a recuar da decisão de bloquear recursos destinados à Educação. O Ministério da Economia informou que vai usar uma parte da chamada “verba de contingência”, um total de R$ 5,37 bilhões, para compensar a perda de arrecadação estimada neste ano e, assim, recompor o orçamento da Educação e do Meio Ambiente, alvos de cortes.
 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas