Bolsonaro diz que governo deve pagar quarta parcela do auxílio emergencial

brasil
29.05.2020, 11:12:06
Atualizado: 29.05.2020, 11:13:36

Bolsonaro diz que governo deve pagar quarta parcela do auxílio emergencial

Valor da última prestação deve ser menor que os R$ 600

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O presidente Jair Bolsonaro confirmou que o governo irá propor uma quarta parcela do auxílio emergencial. Entretanto, o valor da nova prestação ainda está em estudo, mas a tendência é que seja menor que os R$ 600 pagos até agora. 

"Nós já estudamos uma quarta parcela com o Paulo Guedes. Está definindo o valor, para ter uma transição gradativa e que a gente espera que a economia volte a funcionar", afirmou o presidente nesta quinta-feira (28) ,durante live semanal transmitida pelas redes sociais.

O auxílio emergencial prevê o pagamento de três parcelas de R$ 600 para trabalhadores informais, integrantes do Bolsa-Família e pessoas de baixa renda. De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de 59 milhões de pessoas já receberam o benefício. Cada parcela do auxílio emergencial custa aos cofres públicas cerca de R$ 48 bilhões.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas