Bolsonaro faz ameaça a ministros do STF em ato com milhares em Brasília

brasil
07.09.2021, 11:47:00
Atualizado: 07.09.2021, 13:20:09
(Sergio Lima/AFP)

Bolsonaro faz ameaça a ministros do STF em ato com milhares em Brasília

"Não podemos continuar aceitando", disse, se referindo a Fux e Moraes

O presidente Jair Bolsonaro atacou, sem citar nomes, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux e Alexandre de Moraes, durante discurso que fez nesta terça-feira (7) em Brasília, para um grupo de apoiadores. "Não podemos continuar aceitando", disse, afirmando que não vai acatar decisões "fora das quatro linhas da Constituição". 

"Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos Três Poderes continue barbarizando a nossa população. Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil. Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos", disse Bolsonaro. O recado é para Fux, presidente do STF, e Alexandre de Moraes, que tem tomado decisões contra bolsonaristas envolvidos em atos antidemocráticos.

As milhares de pessoas na plateia responderam à fala com gritos de "eu autorizo", apoiando uma possível tomada de poder de Bolsonaro. 

"Nós todos aqui na Praça dos Três Poderes juramos respeitar a nossa Constituição. Quem age fora dela se enquadra ou pede para sair", acrescentou Bolsonaro. 

Bolsonaro falou após uma solenidade de hasteamento da bandeira por conta do Sete de Setembro. Ele estava em um carro de som ao lado dos ministros da Defesa, Walter Braga Netto, e da Cidadania, Onyx Lorenzonni.

À tarde, Bolsonaro vai participar do ato, que vem convocando há algum tempo, na Avenida Paulista, em São Paulo. Ele prometeu que fará um discurso mais "enérgico" na cidade.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas