'Bolsonaro gosta do cheiro da morte e do dinheiro das rachadinhas', diz Doria

brasil
01.01.2021, 20:03:31
Atualizado: 01.01.2021, 20:07:06

'Bolsonaro gosta do cheiro da morte e do dinheiro das rachadinhas', diz Doria

Governador de SP sobe o tom nas críticas ao presidente

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), subiu o tom das críticas ao presidente Jair Bolsonaro após o ex-aliado eleitoral dizer que o tucano não gosta do "cheiro do povo". Nesta sexta-feira (1º), o paulista reagiu afirmando que Bolsonaro "gosta mesmo é do cheiro da morte, do cheiro da pólvora e do cheiro do dinheiro das rachadinhas".

Além de aludir à defesa do presidente pela flexibilização de regras para porte e posse de armas, Doria remeteu também à denúncia de que seu filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), teria comandado esquema de desvio de salários de assessores quando era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Principal antagonista político do chefe do Planalto no enfrentamento à pandemia de covid-19, Doria escreveu, ainda, em sua conta no Twitter que o que chamou de "inoperância" e "negacionismo" do governo federal teriam estimulado a morte de 194 mil brasileiros pela doença. "Presidente: trabalhe mais e fale menos", encerrou o governador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas