Bombeiros ampliam 70% do efetivo para Festa de Iemanjá

carnaval
27.01.2017, 12:50:00
Atualizado: 27.01.2017, 13:26:00

Bombeiros ampliam 70% do efetivo para Festa de Iemanjá

Além do reforço na segurança, a corporação também já iniciou a montagem da estrutura para a festa

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM-BA) ampliou o efetivo que vai atuar na Festa de Iemanjá na próxima quinta-feira, dia 2 de fevereiro, no Rio Vermelho. Ao todo, serão 196 bombeiros militares para garantir a tranquilidade do público. Segundo a corporação, o aumento corresponde a 70% em relação a 2016, quando foram empregados 115 bombeiros.

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Além do reforço na segurança, a corporação também já iniciou a montagem da estrutura para a festa. Serão oito postos elevados de observação espalhados pelo bairro, além de dois postos fixos de comando que estão sendo instalados no Largo da Mariquita, em frente ao Mercado do Peixe, e na Rua da Paciência.

Nos postos fixos são definidas e avaliadas as ações de segurança, incluindo a estrutura necessária para o contato com outros órgãos, e servem ainda como espaços de descanso para a tropa. Já nos postos elevados ficam os bombeiros que prestam socorro e auxílio à população.

Segundo o tenente-coronel Aloísio Mascarenhas, diretor de apoio logístico do Corpo de Bombeiros, nos anos anteriores, uma estrutura fixa ficava instalada nas proximidades da Escola Medalha Milagrosa, mas foi preciso mudar para a Rua da Paciência por conta das intervenções realizadas no Rio Vermelho.

“É muito difícil encontrar um local naquela região que possibilite a montagem desta estrutura fixa. Tecnicamente, não foi viável montar na mesma área dos outros anos. Avaliamos diversas alternativas e decidimos por este local na Rua da Paciência, que possui um recuo no passeio público, em frente a uma galeria de arte”, afirma Mascarenhas.

Sobre a ampliação do efetivo, o coronel Francisco Telles, comandante-geral do Corpo de Bombeiros, destaca que a medida busca atender à demanda de crescimento da festa. “Nós vamos colocar a tropa motorizada, porque percebemos a necessidade de ter mais esta cobertura. Estamos empregando um efetivo maior e também aumentamos o número de postos elevados de observação, em razão da tendência de aumento de público. A exemplo do que aconteceu na Lavagem do Bonfim, vamos fazer uma cobertura maior”.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas