Boteco in Samba marca a volta da cultura musical no bairro do Engenho Velho de Brotas

correio afro
08.11.2021, 18:31:00
(Foto: Divulgação)

Boteco in Samba marca a volta da cultura musical no bairro do Engenho Velho de Brotas

Evento é organizado por músicos que também são moradores do bairro

O Engenho Velho de Brotas pode ser traduzido com uma palavra: cultura. Seja na música, capoeira, fotografia, sobram exemplos de nomes que saíram do bairro e ganharam o mundo. Ou gente que veio do mundo e ganhou o bairro, como o fotógrafo francês Pierre Verger.

A música tem capítulos especiais na história do bairro onde funcionou uma casa de engenho na época da escravidão. E é ela quem será a protagonista no próximo feriado da Proclamação da República, dia 15 de Novembro, com muito samba e pagode no Boteco In Samba, que terá o cantor Miller Ramos, Pagode dos Artistas e convidados. Os ingressos custam R$20 e devem ser comprados na plataforma Sympla.

O evento nasceu com amigos, moradores do bairro. O Pagode dos Artistas, por exemplo, é uma banda que por muitos anos fez a diversão do bairro, e é formada por vários músicos locais, que tocaram e tocam em grupos de pagode e samba baiano.

A pandemia ainda não acabou, mas, com o avanço da vacinação e flexibilização para realização de eventos com público, alguns fiéis e apaixonados moradores do bairro, músicos e artistas, resolveram apostar na organização do evento Boteco In Samba, para colocar música no 'novo normal'.

“Nosso bairro sempre foi marcado pela música, e nada melhor que voltarmos a fazer aquilo que veneramos'', disse Heverton Barros, um dos organizadores do evento, também músico do bairro.

O evento além das atrações já citadas promete um clima de descontração, reencontro com os amigos e muita emoção, seguindo todos os protocolos de segurança e proteção contra a covid-19.

“É tudo muito novo, é nosso primeiro evento diante de uma pandemia, vamos fazer tudo com muita cautela e responsabilidade. A vida está voltando ao normal e diante de tantos momentos de perda e dor, por conta do coronavírus, precisamos acalentar os nossos corações com alegria e devolver para as famílias do nosso bairro a oportunidade de prover seu próprio sustento”, afirma Ataíde Miranda, também organizador do evento.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas