Botijão de gás será vendido a R$50 em Pernambués nesta quinta (31)

salvador
30.03.2022, 21:42:00
(divulgação)

Botijão de gás será vendido a R$50 em Pernambués nesta quinta (31)

Projeto contemplará 100 famílias carentes

Em nova ação de preço justo do gás, o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro - BA) levará botijão a R$50 para moradores do bairro de Pernambués nessa quinta-feira (31), a partir das 7h. Nesta quarta-feira (30) o projeto aconteceu em Narandiba.

Pela manhã, 100 famílias carentes puderam comprar o botijão de gás de cozinha pelo valor de R$ 50, na Avenida Tomaz Gonzaga, no espaço da ONG Inter Apoio. Para participar os moradores foram pré-cadastradas pelas lideranças comunitárias do bairro.

O diretor social da Associação de Moradores de Narandiba (Amona), Alex Lins, que esteve à frente da ação no bairro, aponta que trata-se de um protesto contra a política de preço de combustíveis da atual administração da Petrobrás. 

De acordo com ele, as expectativas da ação foram atendidas. Destacou também a importância de preços menores para os moradores da comunidade, em razão dos problemas que surgem quando a inflação afeta o valor de produtos básicos. 

"Muitas pessoas aqui do bairro estão enfrentando dificuldade financeira e o gás a R$120 é um absurdo, compromete mais de 10% da renda do trabalhador assalariado, que ainda tem que arcar com custos de aluguel, luz, água e alimentação", aponta Alex. 

O motorista Isaac Lins Sales, 35, participou da ação e conseguiu garantir um botijão mais barato. Antes do projeto ele já chegou a adquirir o produto por R$120, o que considera um preço injusto. "Eu moro com mais seis pessoas em casa, então o valor não tá dando, por isso essa ação foi muito importante para mim", destaca o morador. 

Para o Sindipetro, a ação além de promover uma discussão sobre os prejuízos que o aumento de preços têm causado, visa manter o compromisso social com as famílias carentes que passam por diversas dificuldades para sustentar suas famílias. 

Em seis anos, o valor do botijão quase dobrou. O preço ofertado hoje, na ação do Sindipetro, foi executado pela última vez em março de 2017, quando o produto custava R$55,00, segundo o levantamento do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigas).

 Sindgas/ março 2022

Em 2018 passou a custar R$66,79; entre março de 2019 e março de 2020 o preço não ultrapassou R$69,94; em março de 2021 houve o primeiro salto, passando a custar R$83,00; em março deste ano está custando em média R$102,00.

*Com supervisão da subchefe de reportagem Monique Lôbo
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas