Brasil registra média móvel diária de 789 mortes por covid-19

coronavírus
16.09.2020, 20:31:25
( SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

Brasil registra média móvel diária de 789 mortes por covid-19

Já são 4.421.686 brasileiros contaminados e 134.174 mortos em decorrência do novo coronavírus desde o início da pandemia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Brasil contabilizou média móvel diária de 789 óbitos por covid-19 nesta quarta-feira (16). A média móvel registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana.

Segundo dados do consórcio dos veículos de imprensa, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e Uol, o país teve 37.387 novos casos e 967 novos óbitos nas últimas 24 horas. Ao todo são 4.421.686 brasileiros contaminados e 134.174 mortos em decorrência do novo coronavírus desde o início da pandemia. Já o balanço do Ministério da Saúde aponta para 3.720.312 recuperados da doença e outros 564.665 em acompanhamento.

Em número de infectados, o Brasil continua como o terceiro país mais afetado pela pandemia, de acordo com contagem da Universidade Johns Hopkins. Está atrás de Estados Unidos e Índia, que ocupam a primeira e segunda posição, respectivamente. No entanto, em relação ao total de óbitos, o País se mantém em segundo lugar.

Cenário da covid-19 em São Paulo
O Estado de São Paulo, que tem os maiores números absolutos da covid-19 no país, registrou 909.428 casos e 33.253 óbitos nesta quarta. Em 24 horas, foram contabilizados 8.157 casos confirmados e 290 mortes. Ainda de acordo com o balanço divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, a taxa de ocupação em leitos de UTI na Grande São Paulo é de 49,8%, menor índice desde o começo da pandemia. No Estado, esse índice é de 50,2%.

O balanço mostra também que 768.169 pessoas se recuperaram da doença, sendo que 100.347 já tiveram alta hospitalar. "Celebramos hoje o número de mais de 100 mil altas. Adquirimos experiência no tratamento a pacientes críticos, afinal essa é uma doença nova. Além disso, a Grande São Paulo tem a menor taxa de ocupação de UTI, 49,8% - número bastante significativo, mostrando que estamos no controle da pandemia no Estado", afirmou o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn. Ainda segundo ele, já foram feitos mais de 4,3 milhões de testes até o momento no Estado.

Parceria
O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

De acordo com o Ministério da Saúde, 36.820 novos casos de covid-19 e 987 óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, o que eleva o total para 4.419.083 pessoas infectadas e 134.106 que perderam a vida por conta da doença no país. Os números diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas