Brasileiros correm riscos ao usar Wi-Fi na rua, diz estudo

tecnologia
23.07.2017, 19:48:00
Atualizado: 23.07.2017, 19:49:00

Brasileiros correm riscos ao usar Wi-Fi na rua, diz estudo

90% dos brasileiros usam as redes públicas para acessar e-mails ou utilizar os serviços do Internet Banking

A oferta de Wi-Fi grátis enche os olhos de qualquer aficionado em internet, mas você está ciente dos riscos ao conectar seu dispositivo em uma internet gratuita? De acordo com o relatório Norton Wi-Fi Risk Report de 2017, encomendado pela Norton by Symantec, cerca de 90% dos brasileiros usam as redes públicas para acessar e-mails, Internet Banking e outros aplicativos que pedem dados pessoais como requisito para navegar.

http://redacao.correio24h.com.br/fileadmin/user_upload/correio24horas/Bazar/internet.jpg
(Foto: Reprodução)

A desculpa de 43% dos entrevistados é de que a rede pública poupa o pacotes de dados 4G. Segundo Nelson Barbosa, especialista em segurança na web da Symantec, os brasileiros confiam cegamente em quem está por trás do wi-fi grátis, sem saber o que a pessoa do outro lado da rede pode fazer com as informações. “Os usuários são autoconfiantes demais ao se conectarem a redes públicas. Muita gente prefere usar redes abertas para não gastar o pacote de dados. Não sabemos quem está por trás dessas redes”, disse.

O executivo aponta o Youtube como o principal alvo de acessos dos internautas. “A febre é seguir o que os youtubers fazem, a necessidade é acompanhar a vida alheia: ver a maquiagem nova, a piada nova, a música nova, etc. Fora isso, temos os apps de músicas e o as redes sociais”. Confira alguns dados do Norton Wi-Fi Risk Report de 2017:

– 72% estão dispostos a fazer trocas (como compartilhar dados pessoais, baixar apps ou mesmo ver propagandas)

– 31% acessam redes Wi-Fi sem a permissão de seus donos;

– Para 83%, a escolha de um hotel para uma viagem depende da disponibilidade de Wi-Fi no quarto;

– 28% usam redes públicas para acessar serviços de transmissão online.

Para maior segurança dos internautas, Nelson Barbosa indica o uso de VPNs (Rede Virtual Privada) forma de conectar dois computadores através de uma rede pública, para evitar vazamento de informações pessoais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas