Brincadeira de adulto: CORREIO promove gincana em parceria com grupo Gang

minha bahia
06.08.2019, 20:11:00
Atualizado: 23.08.2019, 23:07:38
(Foto: Divulgação)

Brincadeira de adulto: CORREIO promove gincana em parceria com grupo Gang

Equipe vencedora do desafio ganhará R$ 2 mil; evento ocorrerá como parte das celebrações pelos 40 anos do jornal

Como já dizia o icônico hit da banda Molejo, “brincadeira de criança, como é bom, como é bom”. E quem guarda ainda na lembrança as peripécias que aprontava durante as clássicas gincanas de colégio terá a chance de reviver algumas destas provas, como a tradicional “caça ao tesouro”. Nos dias 28 e 29 de setembro, na Unijorge da Paralela, ocorrerá a quarta edição da Gincanex.

O projeto é uma parceria do CORREIO com o grupo Gang Entretenimento, que realiza gincanas em 16 colégios particulares de Salvador, e ocorre como parte das celebrações pelos 40 anos do jornal. Você pode reunir a galera em grupos de cinco pessoas para participar do evento. As inscrições estão abertas até o dia 23 de agosto através deste link.

A taxa de inscrição para o Gincanex é de R$ 150 por grupo de cinco pessoas, equivalente a R$ 30 per capita. Estes quintetos se juntarão a times maiores, de cerca de 40 pessoas, formando as equipes que participarão da gincana. A expectativa é ter, ao menos, 200 inscritos. Em 2017, última edição da Gincanex, houve 130 participantes. 

(Foto: Divulgação)

Se você está preocupado com o pagamento da gincana, há uma notícia animadora. Não é só através dos dois dias de brincadeiras e curtição que o investimento será recuperado. A equipe vencedora ganhará um prêmio de R$ 2 mil, que poderá ser dividido entre os membros do time. 

Só poderão se inscrever ex-alunos dos colégios em que a Gang Entretenimento organizou gincanas entre os anos de 2018 e 2019. São eles: Módulo, Portinari, Oficina, Anchieta, São Paulo, Marista, Antônio Vieira, Gregor Mendel, Resgate, Marizia Maior, Apoio Vilas, ISBA, Ômega, Impacto e Gurilândia e Escola Pan Americana da Bahia.

Será exigida a apresentação de documentos que comprovem o vínculo do participante com o colégio. Serão aceitas carteirinhas de estudante, boletim e histórico escolar. Qualquer outro documento deverá ser consultado previamente. 

Através da Gincanex o Correio se aproxima dos jovens e de temas importantes para a sociedade e o futuro, como sustentabilidade, tecnologia e ação de cunho social. Serão mais de 200 jovens mobilizados para trabalhar em equipes multidisciplinares trocando experiências de forma lúdica e criativa”, explica Luciana Gomes, gerente comercial do CORREIO.

Provas
As tarefas serão um prato cheio para os nostálgicos. Elas serão similares às que ocorrem nas tradicionais gincanas do colégio, só que ocorrerão em maior escala. Além disso, haverá maior liberdade por conta dos participantes serem maiores de idade. Algumas “provas adultas” também acontecerão. 

“Na caça ao tesouro, por exemplo, poderemos extrapolar os muros da escola, fazendo os participantes rodarem pela cidade. Tarefas como pedir para um chinês gravar um vídeo com uma mensagem também ficarão mais simples, pelo fato dos adultos conhecerem mais pessoas. Também terão provas com carros, etc…”, explica Márcio Gomez, organizador do Gincanex.

Entretanto, quem planejar ir para “comer água” com a galera, há uma notícia desagradável: é totalmente proibido o consumo de bebidas durante a gincana. Sobre o funcionamento do evento, será um dia com atividades “indoor”, dentro dos muros da Unijorge, e outro “outdoor”, explorando toda a cidade.

Apesar dos participantes já terem concluído o ensino médio, algumas provas terão uma visão educacional, abordando temas históricos referentes a cidade de Salvador. “Nós estamos com uma expectativa muito grande para este projeto. Tem uma equipe de 20 pessoas focada nele há três, quatro meses”, conta Romero Ribeiro, responsável pela Gang Entretenimento.

Outro ponto positivo levantado pelos organizadores é a pluralidade de participantes. “ Nos colégios, os alunos já se conhecem, além de terem um padrão socioeconômico similar. No Gincanex os competidores são de características diferentes, que frequentaram escolas diferentes. Com isso, a relação entre as pessoas será fundamental para a gincana”, explica Romero.

Também há uma preocupação social no projeto. Parte do dinheiro arrecadado com a Gincanex será revertido para a instituição de caridade Creche Escola Tia Alda, em Cajazeiras.

O projeto Correio 40 Anos tem oferecimento do Bradesco, patrocínio do Hapvida e Sotero Ambiental, apoio institucional da Prefeitura de Salvador, e apoio de Vinci Airports, Senai, Salvador Shopping, Unijorge, Claro, Itaipava Arena Fonte Nova, Sebrae e Santa Casa da Bahia.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/girassol-whindersson-nunes-e-priscilla-alcantara-lancam-musica/
A música já está disponível em plataformas digitais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/carolina-ferraz-diz-que-nao-vai-mais-atuar-em-novelas/
Ela diz que vai continuar atuando em filmes e minisséries
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ufrb-aluno-diz-que-recusou-prova-de-professora-negra-por-questao-de-energia/
Vídeo mostra Danilo com mala e sacola conversando com delegado e professor na Rodoviária de Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/meu-deus-do-ceu-mataram-morador-gravou-morte-de-suspeito-de-assalto/
Comparsa foi agredido; população evitou roubo de carro na Ribeira
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vencedor-do-festival-de-berlim-synonymes-estreia-em-salvador/
Longa-metragem narra história de um soldado israelense que foge para Paris
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/suspense-em-familia-a-moda-de-agatha-christie/
Com três indicações ao Globo de Ouro, Entre Facas e Segredos revive o velho e bom clima de “quem matou?”
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-acusado-de-racismo-tentou-usar-cota-para-entrar-na-ufrb/
Ele teve o pedido negado, mas tentou recurso para conseguir vaga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-e-hostilizado-em-residencia-vamos-ver-com-quantos-paus-se-mata-um-racista/
Caso ocorreu na residência universitária onde morava o estudante que se recusou a receber prova de professora negra
Ler Mais