Bruno Reis anuncia que Salvador terá lockdown prorrogado por 48h

salvador
28.02.2021, 19:00:34
Atualizado: 28.02.2021, 19:42:18
Gil Santos

Bruno Reis anuncia que Salvador terá lockdown prorrogado por 48h

O governador Rui Costa (PT) também deve anunciar a prorrogação do decreto que determina o fechamento de serviços não essenciais na Bahia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O prefeito Bruno Reis anunciou no fim da tarde deste domingo (28) a prorrogação de decreto que determina o fechamento de atividades não essenciais até a próxima quarta-feira (3), em Salvador.

"A situação permanece grave! Hoje temos 85% de ocupação dos leitos de UTI e cerca de 60 pacientes aguardando para regulação. Por conta disso, vamos prorrogar as medidas por mais 48h em Salvador e apenas atividades essenciais poderão funcionar. Nenhuma restrição será suficiente se as pessoas não entenderem a gravidade do momento. Conto com o apoio de vocês!", disse.

O governador Rui Costa (PT) também anunciou a prorrogação do decreto que determina o fechamento de serviços não essenciais na Bahia. O lockdown iniciado às 17h de sexta (26) acabaria nesta segunda (1), às 5h. 

 A decisão vale para todas as regiões, exceto para o Oeste, Norte e Nordeste do estado. O decreto que impõe o toque de recolher de 20h até 5h vale para todas as regiões e foi estendido até o próximo domingo.

Estão suspensos eventos e atividades, independentemente do número de participantes e horário, que envolvam aglomeração, como cerimônias de casamento, atividades religiosas, solenidades de formatura, bem como aulas em academias de dança e ginástica. Também estão proibidas atividades esportivas coletivas amadoras, já as práticas individuais estão permitidas desde que não gerem aglomerações.

Estabelecimentos comerciais como padarias e supermercados poderão funcionar, mas sem comercializar bebidas alcoólicas. 

Como o decreto vale para todo o estado, cidades de toda a Bahia ficaram vazias logo que o comércio de rua, principal atividade comercial de muitas cidades, foi fechado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas