Bruno Reis recrimina 'sommelier' de vacina: ‘Condenamos essa prática’ 

salvador
30.07.2021, 11:20:33
Atualizado: 30.07.2021, 11:49:17
(Betto Jr/Secom)

Bruno Reis recrimina 'sommelier' de vacina: ‘Condenamos essa prática’ 

Vídeo publicado ontem em redes sociais mostrava soteropolitano recusando Coronavac na Fonte Nova  

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, recrimina a atitude do soteropolitano que recusou tomar a vacina contra a covid-19 da Coronavac. O vídeo foi postado nas redes sociais, na última quinta-feira (29), e foi gravado da Fonte Nova, um dos postos de vacinação da capital baiana por drive-thru. Na internet, quem escolhe qual vacina tomar fica popularmente conhecido como “sommelier de vacinas”. 

“Condenamos essa prática. O momento exige compromisso de todos, que é acelerar o processo de vacinação. Esperamos que as pessoas tenham consciência que o importante é se vacinar, para que possamos sair desse momento, que tem penalizado a todos”, critica o prefeito, nesta sexta-feira (30), durante a assinatura da ordem de serviço que iniciou a requalificação do Museu da Misericórdia, no Centro Histórico.  

Apesar da recriminação, o prefeito disse que ainda não há perspectiva de punir pessoas que repitam essa atitude. Em outras cidades, como em São Paulo, as prefeituras têm obrigado a assinatura de um termo de recusa e colocado esses cidadãos no final da fila.   

“Não tem nenhuma definição tomada quanto a punição, mas a gente condena esse tipo de prática.  Quando chegou meu dia de vacinar, escolhi tomar a vacina com a menor aceitação disponível, para através do exemplo tentar sensibilizar as pessoas. A Prefeitura não tem em mente a intenção de punir ninguém ou de obrigar que toma essa ou aquela vacina, mas condenamos isso”, reforça o prefeito.  

Ele ainda comentou sobre os esforços da prefeitura na aplicação das doses da vacina o mais rápido possível. “A prefeitura tem feito um esforço grande. Quando as doses chegam, aplicamos de imediato.  Já estamos na fase final, faltam em torno de 300 mil pessoas para serem vacinadas e chegamos a quase 70% da população com a primeira dose”, declara Bruno Reis. 

*Sob orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas