Caetano Veloso vai processar quem compartilhar vídeo falso de Réveillon na Bahia

em alta
05.01.2021, 07:37:13
(Foto: Divulgação)

Caetano Veloso vai processar quem compartilhar vídeo falso de Réveillon na Bahia

Imagens foram gravadas em 2019, não nesta última virada

Uma das primeiras "fake news" de 2021 teve como alvo Caetano Veloso, Maria Bethânia, Regina Casé, Mart’Nália e outros artistas. Eles aparecem em um vídeo aglomerando, sambando e curtindo o que seria uma festa de Réveillon na Bahia. As imagens são reais, porém foram gravadas em 2019, não nesta última virada como propagado em algumas páginas e perfis.

O boato irritou Caetano que por meio de seu advogado começou a notificar pessoas que compartilharam as imagens em contexto distorcido. Dentre os perfis que receberam uma notificação extrajudicial está o da cantora bolsonarista Nayat Jordan.

Em seu Facebook, Nayat compartilhou as imagens junto ao seguinte texto: “Olha que legal o réveillon na Bahia festejando 2021. Galera boa Regina Casé, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Martinália filha do Martinho da Vila e adjacências. Parabéns sem medo da peste chinesa. Festão do covidão!”.

Foto: Reprodução

O advogado de Caetano, Caio Mariano, notificou a cantora pelo próprio Facebook.

“Prezada Nayat Jordan,

Na qualidade de advogado de Caetano Veloso e familiares, venho por meio desta solicitar a imediata remoção da postagem realizada através do link Referida postagem afirma falsamente que o artista, amigos e familiares estariam aglomerando socialmente em plena pandemia, atribuindo a estes a prática irresponsável e criminosa de aglomeração social em tempos de pandemia ocasionada pela Covid-19. Tal pratica é totalmente repudiada por todos aqueles filmados no referido vídeo, que se trata de registro de um evento familiar ocorrido no ano de 2019.

A postagem possui o mero intuito de atribuir, ao artista e aos demais, a prática de ato irresponsável e lesivo à saúde coletiva, confundindo assim a opinião pública sobre a sua conduta e responsabilidade. Solicito ainda seja formalizado pedido de retratação e de desculpas, em postagem propria, esclarecendo sobre a falsidsde das informações postadas na publicação que se exige remoção, cujo único intento é o de macular a honra e a imagem de Caetano Veloso.

Na hipótese de não atendimento à presente solicitação, tomaremos todas as medidas judiciais cabíveis para reparação de danos materiais e morais causados. Certo de sua compreensão quanto a urgência e gravidade da sua postagem, aguardo remoção.

Cordialmente, Caio Mariano (OAB-BA 18.169)”.

Após a notificação, o vídeo foi removido da página. De acordo com Paula Lavigne, mulher e empresária de Caetano, ele e a irmã ficaram perplexos com a notícia: “Estamos todos trancados, Bethânia na casa dela. Quem dera houvesse uma cura e um samba pra gente dançar."

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas