Cai mais um: Bolsonaro é convencido a tirar Milton Ribeiro da Educação após escândalo

brasil
28.03.2022, 13:14:00
(Divulgação/PR)

Cai mais um: Bolsonaro é convencido a tirar Milton Ribeiro da Educação após escândalo

Áudios revelaram um esquema que privilegiava a liberação de verbas da pasta a municípios ligados a pastores

Após afirmar que colocaria a “cara do fogo” pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi convencido por aliados a tirar o pastor da equipe governista para evitar mais desgaste. 

O Antagonista apurou que ele deixará o cargo no dia 1º de abril e será substituído por Garigham Amarante, hoje diretor de Ações Educacionais do FNDE e apadrinhado de Valdemar Costa Neto.

Ribeiro está no centro de uma crise no MEC, que se intensificou na semana passada, quando o jornal Folha de S. Paulo  revelou um áudio que mostra o ministro, em uma reunião com prefeitos, dizendo que, a pedido de Bolsonaro, repassa verbas do ministério a municípios escolhidos por pastores.

Após a denúncia, começaram a surgir denúncias de prefeitos de que os pastores favorecidos no MEC cobravam propina dos municípios para a liberação das verbas.

Alguns aliados defenderam uma licença de Ribeiro, mas a preferência é pela demissão.

Entre os pedidos de propina relatados estavam, segundo os prefeitos, depósitos de R$ 15 mil e pagamentos em ouro. A PF já abriu inquérito para investigar eventuais irregularidades em repasses do MEC.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas