Caminhoneiros mantêm mobilizações na Bahia; veja tudo do 6º dia

bahia
26.05.2018, 07:59:48
Atualizado: 26.05.2018, 21:57:14

Caminhoneiros mantêm mobilizações na Bahia; veja tudo do 6º dia

Houve protestos na BR-324 e na Via Parafuso com bloqueio das vias

A manifestação dos caminhoneiros continua na Bahia neste sábado (26). Desde as 5h, os manifestantes bloquearam uma faixa de cada um dos sentidos da BR-324. Os reflexos por causa das manifestações também se agravarram. Veja tudo o que rolou no sexto dia de paralisação em Salvador.

***

Na Bahia, o Exército só vai atuar para desobstruir rodovias interditadas pelos caminhoneiros se o governador do Estado, Rui Costa, solicitar. Segundo o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, 64% do das rovodias baianas já foram liberadas. Neste sábado (26), as unidades militares do Exército na Bahia e em Sergipe foram acionadas para cumprir o decreto presidencial de liberar as estradas que estão intertidadas pelos caminhoneiros que estão em protesto há seis dias. A assessoria de comunicação do Governo do Estado da Bahia informou ao CORREIO que não está previsto a solicitação de apoio do exército para atuar no estado.

***

Ao Vivo

Ministros Raul Jungmann e Sérgio Etchegoyen concedem entrevista coletiva sobre balanço do Gabinete de Acompanhamento da Normalização do Abastecimento.

***

Via liberada

Segundo a Via Bahia, na BR-324 KM 613, em Salvador, a manifestação foi encerrada e rodovia está totalmente liberada para tráfego.

***

O Ministério Público do Estado da Bahia suspendeu o expediente na segunda-feira, dia 28, e cancelou todos os eventos agendados para a próxima semana. A medida, segundo o MP, foi tomada em virtude dos impactos gerados pela greve dos caminhoneiros no funcionamento das instituições e serviços públicos em todo o país. Para o cancelamento dos eventos da semana também foram consideradas as dificuldades de deslocamento dos palestrantes e participantes dos eventos.

***

Atentendo à demanda dos caminhoneiros, o governador de São Paulo Márcio França (PSB) anunciou neste sábado (26) que a partir do dia 29 de maio não cobrará o pedágio de caminhões com o eixo suspenso. 

***

PM da Bahia vai escoltar caminhões de combustíveis de emergência

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) informou por volta das 17h deste sábado (26) que o governo do Estado autorizou a PM a fazer comboios para escoltar os caminhões da refirnaria de Mataripe, em São Francisco do Conde . "A previsão é um comboio para o aeroporto e outro para as empresas de ônibus de Salvador. Um terceiro está sendo montado para atender aos veículos da polícia e da área da saúde", afirmou a ANP, em nota. 

***

Saúde em alerta

A Vitalmed, empresa que presta serviço de emergências e urgências médicas, informa que a falta de combustível que está afetando os postos do estado, devido à greve nacional dos caminhoneiros, também atinge a prestação de seus serviços. Por isso, devido ao cenário atual, a empresa está atendendo os seus associados com frota reduzida e prestando atendimento, exclusivamente, para situações de emergências e urgências, casos onde há riscos à vida. A Vitalmed, empresa que atua há mais de duas décadas no estado, reforça o compromisso em atender com qualidade e eficiência todas as solicitações, conforme os critérios de assistência, previstos no Atendimento Pré-Hospitalar.
 

***

De olho no buzu!

O domingo (27) terá apenas 30% da frota dos ônibus em circulação e, ainda assim, há risco de diminuição durante o decorrer do dia, justamente pela falta de combustível.

***

Rabecão abastecido!

Por volta das 17h30 um carro da perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT) abasteceu no posto Escola do bairro do Stiep, em Salvador. O posto é o único da capital que tem combustível, mas a reserva é apenas para carros oficiais e de segurança. 

Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO

***

O trânsito está fluindo com uma tranquilidade que é rara na capital baiana. De acordo com a Transalvador, a redução de veículos circulando em Salvador está cada vez mais crescente neste sábado. Na sexta-feira, por exemplo, a queda já foi marcante, com mais de 20 mil carros a menos pelas ruas.

***

Em Pernambuco, Exército chega ao Porto de Suape para garantir liberação de caminhões com combustível.

***

Tropa de Choque da Polícia Militar chegou por volta das 17h ao local de bloqueio de caminhoneiros no Rodoanel em São Paulo. É a primeira ação efetiva de liberação de rodovovias em São Paulo despois do decreto assinado hoje pelo presidente da república. 

***

Pausa na Justiça

O Tribunal de Justiça da Bahia infomrou neste sábado (26) que suspenderá o expediente e os prazos processuais em todo estado em função da greve dos caminhoneiros. O decreto será publicado na segunda-feira (28) e não indicará o prazo de retorno. 

***

Os caminhões estão parados nas estradas, muitos carros estão sem combustível, motos quase não são vistas nas ruas. Porém, no Aeoroporto Internacional de Salvador, o clima é de tranquilidade. Segundo a assessoria, neste sábado (26), apenas quatro dos 97 vôos regulares foram cancelados, sendo 49 pousos e 48 decolagens.

Com medo de ter problemas com o vôo, Denise Nascimento, 27, chegou ao aeroporto três horas antes de embarcar para Fortaleza. "Fiquei com medo, mas até agora está tudo certo. Os vôos estão saindo no horário, graças a Deus", comemorou.
 

Foto: Rafaela Fleur/CORREIO

Outro que também ficou feliz com a situação foi Yasser Mendonz, 34. Boliviano, o médico estava ansioso para chegar até Manaus, no Amazonas. "Estava muito preocupado porque fui informado da situação e da greve, soube que aviões não estavam decolando, mas meu vôo foi confirmado", declarou.

A assessoria do aeroporto também informou que 20 vôos foram alternados, ou seja, pararam para abastecer em Salvador. Ainda de acordo com a assessoria, mais oito aviões devem pousar na capital até o fim do dia.


***

Discussão e protesto

Os ânimos se exaltaram novamente na tarde deste sábado (26) no Posto Escola, da bandeira Petrobras, no Stiep. Sem conseguir abastecer seus veículos, motoristas e motociclistas bloquearam o trânsito impedindo a passagem de um coletivo. Uma viatura da PM que seguia logo atrás interveio na situação. Houve até manifestante discutindo com motorista de ônibus. A PM liberou uma das vias.

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia informou, por meio de nota, que os caminhões com combustíveis que estão chegando para o Posto Escola foram negociados com o movimento de caminhoneiros e estão abastecendo veículos que prestam serviços essenciais (polícia, bombeiros, hospitais, entre outros).

Fotos: Mauro Akin Nassor/CORREIO

***

Movimento fraco, cidade parada e turistas frustrados

Geralmente, por volta das 16h, quando o som ao vivo começa a tocar, a La Bouche Creperia já começa a registrar um bom movimento de clientes no fim de semana. No entanto, a garçonete da casa, Juliete da Conceição confessa que hoje está receosa: "Com essa greve, a gente pede a Deus que o movimento não seja fraco. Quando chove muito, o movimento já cai. Muita gente que conseguiu abastecer vai querer economizar a gasolina que ainda tem para ir trabalhar".

O casal Jéssica Melo e Marcel Santiago chegaram ontem a Salvador e ficam até a segunda. Pela primeira vez na cidade, o sentimento dos turistas foi de frustração ao passear pelo Farol da Barra . "A gente até alugou um carro tudo por conta dessa questão do combustível. Tá complicado. Não esperávamos mesmo essa greve".

Já a estudante Barbara Prates até curtiu o movimento mais tranquilo da Barra, enquanto aguardava uma amiga  próximo ao Farol. "Eu moro aqui pertinho, então da pra fazer tudo andando. Não estou vendo muita diferença. Está bem tranquilo".

O pipoqueiro Orinaldo Reis, 69, lamenta o movimento fraco. Ele vende pipoca ha mais de 30 anos na Barra, Campo Grande, Pelourinho e Avenida Sete. O carrinho de pipoca está cheio desde a hora que chegou. Ele calcula um prejuízo de R$ 100 nas vendas. "Pra um sábado, O movimento deixou muito a desejar. Vi só alguns poucos turistas. Esse horário de fim de tarde isso aqui já era pra tá cheio, principalmente por conta do por do sol".

A baiana de Acarajé do Acarajé da Mara, Maria das Virgens garantiu o combustível para transportar a banca hoje e amanhã, Mas ja está preocupada com a segunda-feira. "Quando vi na televisão minha sobrinha correu para abastecer. Mas só da pra vir até amanhã". O movimento fraco também é um problema. "A gente faz o esforço pra vir mas não sabe se vai vender. Eu espero que de noite melhore".

(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

***

Espera por ônibus chega a 1h na Lapa

O movimento de passageiros na Estação da Lapa é garantido por quem teve que trabalhar hoje de manhã. A vendedora Jaqueline Santos, de 36 anos, só saiu de casa hoje porque tinha que ir para o trabalho. Na ida, garantiu a carona com o marido. Mas no retorno, teve que esperar por mais de 1h o ônibus na Estação da Lapa: "A volta está mais complicada. Cheguei aqui umas duas e pouca e nada do ônibus ainda". Ela conta que tentou ontem a tarde abastecer o tanque no posto escola do Stiep, mas sem sucesso. "Chegamos lá e só estavam abastecendo carro do governo. Entramos na fila em tudo,  mas não conseguimos. Aí o jeito foi sair logo enquanto ainda tinha meio tanque. Complicou tudo. Já não estava bom com a greve de ônibus, piorou mais ainda com a greve dos caminhoneiros".

Jaqueline só saiu de casa hoje porque tinha de trabalhar (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Ao contrário de Jaqueline, o vendedor Marcelo Souza, 36, conta que não teve dificuldade. Ele veio de Amaralina para a Estação da Lapa comprar mercadoria para revender. "Trabalho com eletrônicos. Desempregado, tenho que dar meus pulos. Não tive muita dificuldade pra chegar não. Nos outros dias, o Amarelinho deu conta. Também não senti muito. Consegui fazer tudo que precisava".

Marcelo nem sentiu que a frota de ônibus foi reduzida (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Se teve gente que queria mesmo sair de casa, teve também que aproveitasse o sábado para... passear. Os estudantes Fernanda Vitória e Breno Vasconcelos enfrentaram chuva e espera de ônibus só para curtir juntos o fim de semana. "Por incrível que pareça, a gente veio só para passear mesmo. Com a cara e a coragem. Tinha tudo pra dar errado, mas deu muito certo", conta Fernanda. "Trabalhamos a semana toda, folga é folga", completa Breno. (Nota da reporter: só o amor constrói e dá essa disposição toda. Namoral).

Fernanda Vitória e Breno Vasconcelos quiseram aproveitar a folga (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

***

Provas canceladas

A paralização dos caminhoneiros causou o desabastecimento de combustíveis, na redução da frota de transporte público e até dificuldade de locomoção para a população em geral. Em razão disso, vários eventos foram cancelados. Veja todos os certames que terão as provas adiadas.

***

Gasolina sendo vendida na internet

Parece meme, mas de fato já tem gente publicando anúncios de venda de gasolina em sites e redes sociais. Na sexta-feira (25), por exemplo, um internauta que afirmou ser de Itabuna, no sul da Bahia, estava ofertando 20 litros do combustível por R$ 100. Outros dois anúncios foram colocados na internet por pessoas que afirmam ser também da Bahia. Na publicação, eles ofereceram o produto a valores que podiam chegar até R$ 8 o litro.

***

Viagens canceladas na Rodoviária

Até às 14h deste sábado (26), 214 horários foram cancelados no Terminal Rodoviário de Salvador. Com exceção da São Luís/Falcão Readl, todas as outras 19 concessionárias cancelaram viagens

***

13h59: A Bahia Norte atualizou a situação no Sistema BA-093:

- BA-535: km 10 ambos os sentidos bloqueados para caminhões e carreta (ônibus e veículos leves passando). Aproximadamente 1km de retençãosomente no sentido Salvador. Sentido Camacari trânsito bom.
- BA-526: Sem retenção;
- BA-093: Sem retenção;
- BA-524: Sem retenção;
- BA-512: Sem retenção;
- BA-521: Sem retenção.

***

Governadores dizem ser 'inaceitável' governo federal transferir responsabilidade para estados (saiba mais)

***

O melhor do Brasil são os brasilerios! 

Greve dos caminhoneiros abastece a internet com mais memes; confira os melhores

***

Devido à greve dos caminhoneiros que afeta o abastecimento de combustíveis em todo o país, o 'Forró da Amizade', que aconteceria neste sábado (26), no Armazém Hall, em Vilas do Atlântico, foi transferido para o dia 2 de junho. Infelizmente, em virtude da falta de combustível e do cancelamento de vôos, os artistas que se apresentariam na noite de hoje, a exemplo de Flávio José, estão impossibilitados de chegar até à casa de shows. Quem já adquiriu os ingressos para o evento, pode curtir o show no dia 2 de junho ou pedir ressarcimento, a partir de segunda-feira (28), no local onde foi realizada a compra. Mais informações: (71) 3379-5360.

Foto: Divulgação


***

Produtos para Feira São Joaquim chegam pelo ferry-boat
Segundo os comerciantes, o reabastecimento tem sido feito através de carros, que trazem produtos do interior, e ferry boats de cidades como Santo Amaro e São Francisco do Conde. O transporte alternativo tem reflexo do preço: alguns produtos subiram de ontem para hoje cerca de 50%. "Recebi mercadoria ontem e hoje,  a galera está vindo comprar, o movimento não tá tão forte como costuma ser, mas tá indo", relatou o vendedor de hortaliças Jailton Ferreira, 43, conhecido como Jota. 

Veja aqui como foi a manhã na feira neste sábado.

(Foto: Rafaela Fleur/CORREIO)

***

TRT da Bahia suspende expediente na próxima segunda-feira

O Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA) suspenderá o expediente interno e externo e os prazos processuais em todo o Estado, na próxima segunda-feira (28), por causa da greve dos caminhoneiros. Em nota divulgada, o órgão explica que levou em consideração, dentre vários fundamentos, a crise de desabastecimento provocada pela manifestação deflagrada. Foi ponderado, também, que, “mesmo na hipótese da celebração de acordo, para cessar o movimento durante o final de semana, não haverá tempo hábil para o completo reabastecimento dos postos de combustível no Estado da Bahia, comprometendo o direito de ir e vir da população”.

***

Sem batata e tomate no MC Donald's

A rede de restaurantes MC Donald's também está sentindo os impactos do desabastecimento em Salvador. Na unidade de Graça está sem batata frita e só tá saindo o MC Argentina (sem tomate), mais nenhum sanduíche. A única batata disponível para venda é a rústica. Além disso, o croassaint - que está no cardápio do café da manhã - está sendo vendido com opção par aos clientes. “A paralisação dos caminhoneiros está provocando um desabastecimento no comércio em geral, incluindo todo o setor de alimentação. Estamos acompanhando a situação de perto e fazendo o possível para manter a operação normalizada. No entanto, é provável que faltem alguns produtos do cardápio em alguns restaurantes da rede”, afirmou a MC Donald's, em nota enviada ao CORREIO. 

***

Bahia tem 35 pontos de protesto neste sábado

No sexto dia de protesto de caminhoneiros no Brasil há bloqueios em pelo menos 35 pontos. Nas imediações de Vitória da Conquista há neste sábado apenas um local de manifestações de caminhoneiros, no km 814 da BR-116, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

Outros pontos de manifestação na mesma rodovia estão nos quilômetros 758 (Poções), 16 (divisa Bahia-Minas), 672 (Jequié), 520 (Itatim), 155 (Euclides da Cunha), 275 (Tucano), alguns com interdição parcial das vias. Na maioria, informa a PRF, “os caminhoneiros são convencidos a parar”.

Confira a aqui todos os pontos de bloqueio no estado durante este sábado.

(Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

***

Fila gigante em Lauro de Freitas

O posto da Larco, no Caji, em Lauro de Freitas recebeu na manhã deste sábado um caminhão abastecido com combustível. A fila de carros para abastecer, formada desde o início da manhã, chega nas proximidades do final de linha do bairro Vida Nova. No entanto, a prioridade foi dada aos carros da Transalvador e da Semob que fizeram uma fila paralela aos motoristas que já aguardavam. Indignados com a situação, eles planejavam um protesto. "Qual é a situação lá?", gritou um dos motoristas da fila já fora de seu veículo. "Ajeita aí que vamos lá pra frente protestar. Como é que estamos aqui desde cedo, chega gasolina e bota nos carros de Salvador. O pessoal de Salvador tá entrando na frente", reclamou outro. Na fila também há dezenas de motociclistas e pedestres com galões de plástico.



***

Em Salvador, até às 12h30, no aeroporto foram registrados13 atrasos de voos de chegada já foram registrados. Além disso, houve ainda 11 atrasos de saída e 2 cancelamentos de vôos que vinham do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Os dois voos da Avianca  foram cancelados pois não havia combustível em São Paulo.

***

Vans escolares estão apoiando os caminhoneiros que se mantêm mobilizados na BR-324, na altura do bairro de Valéria, em Salvador

(Foto: Thais Borges/CORREIO)

***

Supermercado O Dia, na Vitória, está sem oferta de hortifruti - Foto: Alexandre Lyrio/CORREIO

***

Por determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) 12 aviões pousaram em Salvador na manhã deste sábado (26) para fazer o abastecimento. A previsão é que outros nove sejam abastecidos no aeroporto da capital baiana que ainda tem combustível ao contrário de outros aeroportos do Brasil. (Saiba mais)

***

Presos na fila

No Posto Escola, no bairro do Stiep, em Salvador, mesmo após a informação de que o combustível disponível será para viaturas e carros oficiais, uma fila se formou desde o fim da tarde de sexta-feira (25). O engenheiro civil Paulo Roberto Santos, 52, chegou às 17h de sexta, quando o posto ainda abastecia normalmente. Desde então, a gasolina acabou e não consegue mais sair da fila. “Estou zerado. Moro em Piatã e não tenho nem como voltar. Só precisamos de cinco litros de gasolina. O pessoal do posto disse ontem que a partir de 8h a gente ia poder, mas os policiais não estão deixando”. Saiba mais

Foto: Thais Borges/CORREIO

***
Peso no bolso

O ministro Carlos Marun fala, em entrevista coletiva, que o governo começará a aplicar multas no valor de R$ 100 mil por hora a quem não desbloquear as vias a partir de hoje.

***

Suspeita de locaute

A Polícia Federal já tem inquérito sobre as suspeitas dos empresários que estejam praticando locaute. Já tem pedidos de prisão aguardando autorização da Justiça, informou o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. "Nós temos uma acordo para todos caminhoneiros. Não paramos o diálogo. Nós renovamos o apelo para que todos retomem suas atividades e cumpram com a missão de bem abastecer a população brasileira", falou à imprensa no início da tarde.

***

Governo deverá contratar motoristas para retirar caminhões das estradas

Durante a reunião entre Michel Temer e os ministros do gabinete de crise foram apresentadas novas medidas para conter o protesto dos caminhoneiros que já dura seis dias, nas rodovias de todo país. Entre as medidas, foram estabelecidas algumas prioridades, como a normalização dos aeroportos de Brasília, Recife e Confins, e a contratação de motoristas para retirar os caminhões das estradas. Saiba mais sobre a reunião aqui.

(Foto: Cesar Itiberê/PR)

***

BR-116 está bloqueada para caminhões e carretas

Na BR- 116, as manifestações continuam nas cidades de Santo Estevão, Itatim, Milagres, Jequié, Poções, Manoel Vitorino e Vitória da Conquista. A restrição de passagem apenas para veículos de carga (caminhões e carretas), de acordo com a Via Bahia. O tráfego está fluindo normalmente para os demais veículos. 

***

Guarda Municipal escolta 15 mil litros de gasolina


A Guarda Municipal fez a escolta, na madrugada deste sábado, o transporte de 15 mil litros de combustível que irão manter os serviços essenciais da Prefeitura pelo menos até a próxima quarta-feira (30). Segundo a prefeitura, a prioridade no abastecimento será para as ambulâncias do Samu e outros veículos que prestam serviços na área da saúde. O combustível foi adquirido via acordo da Secretaria Municipal de Gestão (Semge) junto a postos conveniados. 

(Foto: Divulgação/Secom)

***

PM vai usar cavalos nas ruas de Salvador
Para racionalizar o combustível das viaturas a partir deste sábado (26), a Polícia Militar acionou cavalos e drones nas operações de ronda. Policiamento ciclístico e aéreo também serão utilizados na capital e nas regiões metropolitanas.

Em contato com o CORREIO, o capitão Bruno Ramos, porta-voz da PM, afirmou que os cavalos devem começar a rodar hoje mesmo e só não entraram em campo por conta da chuva. "São mais de 200 cavalos, porém o clima está inviabilizando a operação", declarou. Ainda de acordo com ele,  a corporação não está sofrendo com a falta de combustível e as medidas são  preventivas. 

(Foto: Arquivo CORREIO)

***

Prefeitura de Amargosa decreta estado de emergência

A Prefeitura Municipal de Amargosa decretou, nesta sexta-feira (25), situação de emergência na cidade, por causa da greve dos caminhoneiros, principalmente pela falta de combustíveis nos postos. De acordo com nota divulgada pela prefeitura, a medida é para resguardar os serviços essenciais, como coleta de lixo, segurança pública, serviços de urgência e emergência através de ambulâncias.

Um comitê especial de emergência foi criado na cidade para monitorar a situação. O decreto de emergência também suspendeu a partir de hoje, e até enquanto persistir a situação de emergência, o serviço de transporte escolar municipal. Também ficam reduzidos os serviços públicos de limpeza e as atividades que demandam deslocamento interurbanos institucionais.

***

'Precisamos evitar o colapso dos serviços', diz governador da Bahia

O governador da Bahia, Rui Costa, divulgou vídeo pelas suas redes sociais neste sábado (26) pedindo compreensão dos caminhoneiros para liberar as estradas e garantir o funcionamento dos serviços públicos essenciais. 

"Eu tenho que garantir que não haja colapso nos serviços públicos. Eu tenho que garantir a segurança pública das pessoas. Eu tenho que garantir que as pessoas vão continuar recebendo oxigênio de pacientes que estão por exemplo na UTI. Precisamos garantir o funcionamento dos nossos aeroportos que levam pacientes de um lugar para o outro. Precisamos garantir o funcionamento do transporte público. Aliás, tem muita gente que trabalha e não tem carteira assinada e precisa no final do dia ou da semana receber o dinheiro para comprar alimentos para seus filhos", destacou o governador. 

***

Confusão em posto de gasolina em Salvador

Uma confusão no posto escola está atrapalhando o trânsito na região do Stiep, na manhã deste sábado. Lá é o único posto que ainda tem combustível em Salvador, porque recebeu caminhões de gasolina na noite de ontem para abastecer viaturas e carros oficiais. Teve gente que dormiu na fila e acabou fazendo protesto quando soube que não ia conseguir abastecer, nem ter como voltar para casa.

"Chegaram dois caminhões tanque com combustível e as pessoas que estavam na fila se manifestaram e fecharam a via porque falaram que a gasolina era só para ambulância e carros oficiais da polícia. Lá mesmo ontem teve taxista que teve que rebocar o carro de lá, dormiu e não teve como abastecer", afirmou Ademilton Paim, presidente da Associação Geral dos Taxistas.

(Foto: Ademilton Paim)

Apesar de só carros oficiais e viaturas poderem abastecer lá, ainda tem gente que está na fila para garantir o combustível

(Foto: Thais Borges/CORREIO)
(Foto: Thais Borges/CORREIO)

***

Onze aeroportos não têm mais combustível

A Infraero informou que são onze os aeroportos com falta de querosene de aviação na manhã deste sábado. Os aeroportos não estão fechados, podem receber pousos e fazer decolagens, mas a orientação para as companhias aéreas é que, ao pousar em algum desses terminais, é preciso que a aeronave tenha combustível suficiente para a próxima etapa de voo. 

Os aeroportos onde há falta de querosene são: Carajás, São José dos Campos, Uberlândia, Ilhéus, Palmas, Goiânia, Campina Grande, Juazeiro do Norte, Recife, Maceió e Vitória. As informações são do Estadão Conteúdo.

***

Temer se reúne com ministros para avaliar crise

O presidente Michel Temer e ministros do gabinete de crise, criado para monitorar a paralisação dos caminhoneiros, participam agora de manhã de uma reunião no Palácio do Planalto para avaliar a efetividade das medidas tomadas para liberar as rodovias e reabastecer o país com os produtos retidos nos caminhões. Entre essas medidas está o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), editado nesta sexta (25) pelo presidente Michel Temer.  A reunião começou por volta das 9h20. As informações são da Agência Brasil.

***


Exército aciona tropas da Bahia e Sergipe para liberar estradas

As unidades militares do Exército na Bahia e em Sergipe foram acionadas neste sábado (26) para cumprir o decreto presidencial de liberar as estradas que estão intertidadas pelos caminhoneiros que estão em protesto há seis dias. 

De acordo com comunicado do Exército Brasileiro enviado ao CORREIO, as 'unidades militares do Exército nos estados de Bahia e sergipe foram acionadas'. Contudo, as tropas que estão em cidades como como por exemplo Salvador, Feira de Santana e Barreiras, ainda não foram para as ruas. 

O Exército informou que está em momento de planejamento para cumprir a medida de acordo com a demanda existente de desbloqueio. Confira detalhes da operação aqui.

***

Frota de ônibus reduzida em Salvador!

Em função da crise de abastecimento de combustível no Brasil provocada pela greve dos caminhoneiros, a frota de ônibus de Salvador foi reduzida hoje.  O secretário municipal de mobilidade, Fábio Mota, informou que houve uma redução de 50% da frota regular que circula pela cidade aos sábados. 

“Tem 800 ônibus rodando hoje na cidade. Desativamos as linhas que têm pouca demanda e juntamos outras linhas. Alguns bairros onde há duas linhas, por exemplo, deixamos só com uma. Priorizamos também as linhas que são integradas com o metrô”, afirmou o secretário. A frota de ônibus de Salvador em dias normais é de 2,8 mil ônibus. 

***

Anac pede que aeroporto de Salvador empreste combustível 
O Aeroporto de Salvador está funcionando como ponto de abastecimento para aviões de voos de outros estados - que também  enfrentam desabastecimento de combustível devido à greve nacional dos caminhoneiros. A Concessionária do Aeroporto Salvador Bahia informou, neste sábado (26), que o terminal foi solicitado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para prestar apoio aos demais aeroportos da malha aérea nacional. 

(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

***

Rodovias liberadas pelas Forças Armadas no país

132 pontos foram liberados em todo país com apoio da Polícia Rodoviária Federal e Forças Armadas

***

Postos da Bahia não têm mais gasolina
O Sindicato do Comércio de Combustíveis e Energias Alternativas e Lojas de Conveniência do Estado da Bahia (Sindicombustíveis Bahia) informou na manhã deste sábado (26) que os 2,8 mil postos do estado estão sem combustível. Saiba se há previsão de reabastecimento.

***

Rodovias bloqueadas na Bahia

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes estão bloqueando uma faixa de cada um dos sentidos da BR-324. os veículos ocupam também o acostamento, na região do km 613. 

A PRF não soube estimar a extensão do bloqueio, mas, até as 8h, devido à chuva, uma quantidade menor de caminhoneiros estava no local, em comparação aos dias anteriores. No km 541, na altura de Amélia Rodrigues, a manifestação dos caminhoneiros interdita parcialmente os dois sentidos da BR-324, segundo informações da Via Bahia. Não há congestionamento no local. 

Segundo a concessionária Bahia Norte, os caminhoneiros bloqueiam os dois sentidos da Via Parafuso (BA-535), no km 10 da rodovia, na altura do Atakadão. Apenas veículos de passeio são liberados para trafegar. Equipes da Bahia Norte e da Polícia Militar estão no local.

***

Em todo país
No resto do país, as mobilização também continuam. A PRF ainda não informou o número de interdições na manhã. Na sexta-feira, 25, o presidente Michel Temer acionou as forças de segurança nacionais para desbloquear rodovias. 

O decreto, publicado no Diário Oficial da União, autoriza o emprego das Forças Armadas no contexto da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) até o dia 4 de junho. Em São Paulo, segundo a Ecovias, há manifestação na rodovia Anchieta, nos dois sentidos, entre o km 22 e 24, em São Bernardo do Campo. O trânsito, porém, está liberado para veículos de passeio, motos, ambulâncias e coletivos.

Na rodovia Fernão Dias, ocorre um protesto sem interdição na altura do km 37, na região de Atibaia. De acordo com a concessionária Nova Dutra, os caminhoneiros também permanecem na rodovia Presidente Dutra nas regiões de Santa Isabel, São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Pindamonhangaba, Lorena, Barra Mansa e Piraí. 

Na Régis Bittencourt, a manifestação ocupa uma faixa e o acostamento, em ambos os sentidos, na altura do km 279, em Embu das Artes, e também na altura do km 385, em Miracatu, no sentido de Curitiba. Também há bloqueio no km 477, em Jacupiranga. No Rodoanel não há interdições, mas a via tem lentidão no trecho de Embu das Artes, em razão dos protestos na Régis Bittencourt.

De acordo com a Autoban, a rodovia Anhanguera permanece com bloqueio na região de Limeira. A concessionária orienta o motorista a utilizar a rodovia dos Bandeirantes.

As rodovias Imigrantes, Raposo Tavares, Castelo Branco, Ayrton Senna e Bandeirantes seguem sem mobilizações.

Informações do Estadão Conteúdo.

***

Decreto autoriza atuação das Forças Armadas
O presidente Michel Temer assinou o decreto determinando o uso das forças federais para liberar as rodovias e reabastecer o país com os produtos retidos nas estradas. O decreto, publicado na noite de sexta-feira (25), em edição extra do Diário Oficial da União, autoriza o emprego das Forças Armadas no contexto da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) até o dia 4 de junho. Saiba mais sobre o decreto aqui!


* com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas