Camisa de Vênus Irradiada

artigo
07.11.2017, 15:12:00

Camisa de Vênus Irradiada


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


O passar do tempo impressiona... Não faz muito, coisa de algumas dezenas de anos, haviam termos e expressões proibidos, como por exemplo a palavra preservativo. As campanhas de sexo seguro eram muito poucas, ou mesmo quase não existiam, e o flagelo da AIDS começava a assolar o mundo, ceifando vidas de inesquecíveis artistas como Farrokh Bulsara (mais conhecido como Freddie Mercury, 1946 - 1991) e Agenor de Miranda Araújo Neto (o queridíssimo Cazuza, 1958 - 1990).

Nesta mesma década surgiu uma banda de rock nacional simplesmente fenomenal, de som único, batida forte, estilosamente punk, formada por jovens talentosos e liderada pelo radialista, cantor e compositor brasileiro Marcelo Drummond Nova (n. 1951). Os tempos eram realmente outros – para se ter uma ideia, os jornais não escreviam o nome completo do grupo musical, utilizando de reticências como: ‘novo disco da banda “Camisa de...”’, e assim por diante. O primeiro álbum foi lançado em 1983 com a estrondosa música de sucesso nacional “Bete Morreu”. O segundo foi lançado no ano seguinte, com outro enorme sucesso: “Eu Não Matei Joana D’Arc”. A célebre banda, que existe até hoje, lançou ainda outras antológicas canções, em que se destacam “Simca Chambord”, “Deus, Me Dê Grana”, “Silvia” (também celebrada por um famoso refrão) e “Só o Fim”. Maiores detalhes podem ser obtidos na recente (e excelente) biografia não-tradicional de Nova, intitulada “O Galope do Tempo”, conduzido na forma de entrevistas pelo jornalista André Barcinski (n. 1972).

Há algo de interessante a dizer sobre o processo de esterilização de produtos como preservativos ou a famosa camisinha de Vênus. Como boa parte de qualquer item de saúde ou higiene, ou mesmo qualquer material médico-hospitalar requer a passagem por um processo de esterilização eficiente, um dos mais eficazes se utiliza do princípio da irradiação e da tecnologia nuclear.

Existem muitas aplicações nucleares, desde detectores de fumaça até a conservação de alimentos. Grosso modo, para entender este processo é preciso lembrar que a matéria é feita de átomos. E os átomos tem um núcleo, massivo, composto de prótons e nêutrons. Ao redor destes, elétrons giram rapidamente. Reações nucleares em geral liberam tanto massa quanto energia na forma de luz (outro nome para radiação), por exemplo quando o núcleo de um átomo rompe-se em pedaços. Alguns destes são denominados de partículas alfa, outros chamados de beta – e ainda existem os raios gama e os raios X.

Com relação à conservação de alimentos, o tratamento por radiação pode ser aplicado para inibir brotamento (no caso de bulbos e tubérculos), além de retardar a maturação, bem como a eliminação de microorganismos, parasitas e pragas (de grãos, cereais, frutas e especiarias) e a esterilização propriamente falando. Tais alimentos podem durar meses, e alguns deles são vendidos comercialmente. A identificação de tais produtos se dá pelo selo Radura, ou ainda pela indicação na embalagem de “Alimento Tratado por Processo de Irradiação”. Entre os produtos que empregam tal técnica nuclear, podemos citar: alho, arroz, banana, batata, cebola, farinha, papaia, manga, milho, frango refrigerado, filé de peixe refrigerado, morango e trigo, entre outros. Por sinal, esta é uma técnica muito utilizada para conservação de alimentos por astronautas.

No Brasil existem empresas que prestam serviços de irradiação, como a Companhia Brasileira de Esterilização – CBE/ Embrarad: www.cbesa.com.br. Outras possuem irradiador próprio para esterilizar seus produtos, sejam alimentos ou mesmo produtos médico-hospitalares, como cotonetes, seringas, agulhas, luvas e... camisinhas de Vênus irradiadas. Segurança é tudo!
 
Professor da Escola Politécnica, Departamento de Engenharia Química e do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da UFBA

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-festeja-40-anos-com-live-repleta-de-convidados/
Any Gabrielly, Léo Santana, Zaac, Hungria Hip Hop, Lore Improta, Bera e Dennis DJ estarão na festa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nivus-ja-rodamos-na-bahia-com-o-novo-suv-da-volkswagen/
Em vídeo, apresentamos as primeiras impressões sobre o veículo que tem piloto automático inteligente e detector de fadiga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-zidane-renata-fan-recebe-parabens-de-david-beckham-assista/
Ex-jogador inglês enviou mensagem que foi reproduzida no ‘Jogo Aberto’, da Band
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pf-cumpre-mandados-contra-quadrilha-que-fraudou-mais-de-r-4-milhoes-do-inss/
O grupo é investigado por, pelo menos, 80 benefícios previdenciários suspeitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/5-filmes-que-voce-deve-assistir-para-apreciar-as-trilhas-de-ennio-morricone/
Compositor, que morreu aos 91 anos, era grande nome da música no cinema
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netos-de-luiz-gonzaga-divulgam-nota-de-nojo-por-uso-de-musica-em-live-de-bolsonaro/
Jair Bolsonaro convidou o presidente da Embratur para tocar durante a live da última quinta
Ler Mais