Cantor Elomar Figueira Mello apresenta melhora e deixa intubação

bahia
13.03.2022, 16:21:00
Artista foi diagnosticado com covid-19 (Foto: divulgação )

Cantor Elomar Figueira Mello apresenta melhora e deixa intubação

Boletim médico afirma que ele está lúcido, mas não há previsão de alta

O cantor e compositor baiano Elomar Figueira Mello, 84 anos, voltou a respirar de forma espontânea, neste domingo (13). Ele está internado desde no dia 21 de fevereiro, com covid-19, em Vitória da Conquista, no Sudoeste do Estado. O hospital afirmou que o artista apresentou melhora e que está lúcido, mas ainda não há previsão de alta médica.

Essa foi a segunda vez que Elomar apresentou sinais de recuperação. No começo de março, devido ao progresso, foram retirados o bloqueador neuromuscular e a sedação venosa. Porém, três dias depois ele foi novamente entubado.

Conhecido como Menestrel das Caatingas, Elomar está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Samur. A equipe dele divulgou nas redes sociais do artista o boletim emitido pela unidade de saúde.

Confira na íntegra:

Hoje, 13 de março de 2022, o Senhor Elomar Figueira Mello segue internado na UTI do Hospital Samur, em Vitória da Conquista, Bahia, desde a noite de 21/02/2022, diagnosticado com Covid-19.

Com estado clínico estável, foi extubado e segue em ventilação espontânea, sob os protocolos de desmame da ventilação mecânica. Esta lúcido e evolui sem outras intercorrências.

Elomar Figueira Mello não tem previsão de alta e está na Unidade de Terapia Intensiva, sob os cuidados das equipes médicas da UTI Respiratória do Hospital Samur.

10 horas do dia 13 de março de 2022.
Vitória da Conquista, Bahia.

Assessoria de Elomar Figueira Mello/ Assessoria do Hospital Samur
- Dr. Miquéias Martins Lima
CRM 14.920/BA

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas