Carnaval no sofá: governador curte boa parte da festa em casa

carnaval
26.02.2020, 05:00:00
Em uma das poucas visitas aos circuitos, o governador Rui Costa acompanhou a saída do Olodum (Foto: Manu Dias/GOVBA)

Carnaval no sofá: governador curte boa parte da festa em casa

Rui Costa reduziu pela metade sua ida aos circuitos da folia este ano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quem saiu no ‘bloco do sofá’ que siga Rui Costa. Pipoca, Netflix, brincadeiras com as filhas e muito #tbt nas redes sociais.  O aconchego do lar reduziu pela metade as idas do governador aos circuitos da folia este ano. Se desde 2015, no primeiro ano da sua gestão, ele marcava presença todos os dias na festa, em carnavais em cidades do interior e em mais de um circuito no mesmo dia, o pique deu uma desacelerada. 

“Já fui mais folião do que sou. Tenho duas pequenininhas que sempre fazem o apelo para a gente ficar em casa”, disse em entrevista, em um dos poucos dias que foi a rua. Rui não compareceu a cerimônia de abertura oficial do Carnaval, na quinta-feira (20), mas no fim da noite seguiu no trio pipoca do cantor Bell Marques até Ondina. 

No dia seguinte, acompanhou o primeiro dia de desfile do Olodum no Pelourinho e arriscou ainda jogar uns passinhos de dança da varanda da casa do bloco-afro. Na tradicional saída do Ilê Ayê, no sábado de Carnaval (22) que já havia confirmado a presença, no entanto, não apareceu.   “Ainda estou no processo de recuperação da cirurgia que fiz há menos de 60 dias. Preferi ficar em casa brincando com minhas filhas”. Nas redes sociais Rui reforçou que o camarote agora era outro. “Vou acompanhar tudo na @tvebahia. Boa curtição, galera!”, escreveu em um dos posts. 

Domingo (23), Rui participou de uma coletiva de imprensa onde comentou o balanço parcial da segurança pública e ficou pouco tempo vendo a passagem dos trios pelo Circuito Osmar. A verdade é que o governador reduziu o ritmo desde o último ano, quando encerrou a agenda de compromissos no quarto dia de festa, pôs fim ao camarote oficial e se envolveu também em uma polêmica ao questionar a real necessidade de muitos dias de Carnaval. “Eu tenho garantido a minha presença naqueles principais símbolos que representam o carnaval da Bahia”, disse.  

Prioridades

Assim como em 2018, em meio ao inicio da corrida eleitoral, o governador Rui Costa, não se encontrou com o prefeito ACM Neto em nenhum dia durante a festa. “O prefeito me convidou para a abertura, mas tive reunião até mais tarde. Estaremos juntos depois do Carnaval, inaugurando mais unidades de saúde no Imbuí e Pirajá”, argumentou antes de desviar o assunto para o número de curtidas que recebeu no Instagram beijando sua esposa, Aline Peixoto, no trio pipoca de Bell, que desfilou  no mesmo dia da entrega das chaves ao Rei Momo: “É mais prazeroso e também dá audiência”, completou.  



O CORREIO Folia tem o patrocínio do Hapvida, Sotero Ambiental, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador e apoio do Salvador Bahia Airports e Claro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas