Casal é preso por arrastar cachorro por 300 metros em rodovia na Bahia

bahia
17.10.2020, 12:40:00
(Foto: Divulgação PRF)

Casal é preso por arrastar cachorro por 300 metros em rodovia na Bahia

Um homem e uma mulher estavam a bordo de uma moto, onde amarraram o animal

Um casal foi preso em flagrante depois que a Polícia Rodoviária Federal  (PRF) identificou uma situação de maus tratos a um cachorro nesta sexta-feira (16), em Ribeira do Pombal. O cão estava amarrado em uma moto e sendo arrastado na BR-410. 

De acordo com a PRF, uma equipe de policiais estava fazendo uma fiscalização no KM 4 da rodovia, quando avistou o casal. No mesmo momento, os policiais ordenaram que o motorista da moto parasse. Segundo a polícia, o homem não atendeu e deu início à fuga, arrastando o animal na estrada. 

"Foram feitas várias tentativas de parada e o motoqueiro prosseguia em fuga e em alta velocidade", diz a PF. Durante todo o tempo, o cachorro estava com uma corda no pescoço. Ele foi arrastado por cerca de 300 metros, em uma pista abrasiva. 

Quando a polícia conseguiu alcançar a motocicletada, o cachorro recebeu os primeiros socorros. Ele tinha ferimentos expostos e foi levado para atendimento veterinário. O animal estava assustado, cansado e com semblante de dor. 

O casal - um homem de 28 anos e uma mulher de 18 - foi preso. Os dois devem responder pelo crime de maus tratos, que prevê pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e proibição de guarda.

A PRF informou que denúncias nas rodovias podem ser feitas através do telefone 191, que funciona em todo o Brasil. A ligação é gratuita e não é preciso se identificar.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas