Casal lésbico é agredido em Londres após negar beijo em público

mundo
07.06.2019, 15:01:00
Atualizado: 07.06.2019, 15:02:54

Casal lésbico é agredido em Londres após negar beijo em público

Além das agressões, elas tiveram um celular e uma bolsa roubados

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Reprodução/Facebook

Um casal de namoradas foi agredido por um grupo de homens ao voltarem de uma festa, no último dia 30. Ao entrar em um ônibus, os suspeitos teriam exigido que elas se beijassem e, após a recusa, as atacaram com golpes no rosto. 

O caso aconteceu em Camden, região metropolitana de Londres, no Reino Unido e foi relatado por uma das vítimas em seu Facebook.

A comissária de bordo Melania Geymonat, 28, disse que antes do ataque homofóbico, os homens roubaram um celular e uma bolsa das vítimas. A polícia metropolitana de Londres busca os quatro suspeitos de participar do crime.

Segundo o relato de Melania, as ofensas contra ela e a namorada, identificada como Chris, começaram pouco depois que elas ocuparam lugares no segundo andar do ônibus. Os agressores iniciaram o ataque mandando que elas se beijassem, enquanto jogavam moedas na direção do casal e faziam gestos ofensivos.

“Os homens que estavam ali se aproximaram e nos cercaram, pedindo que nos beijássemos para o proveito deles, nos chamando de lésbicas e imitando posições sexuais e outras coisas que não lembro, fazendo gestos com as mãos enquanto se divertiam nos dizendo “tesouras”. Como se fôssemos um espetáculo, e eles o público a entreter”, relatou Melania na rede social.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas