Castração de cães e gatos: entenda tudo sobre o assunto

bazar
22.02.2019, 06:00:00
Atualizado: 22.02.2019, 14:30:33
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Castração de cães e gatos: entenda tudo sobre o assunto

A cirurgia é indicada aos bichos que não vão procriar e dá até para ser feita de graça em Salvador

Quem tem cachorro ou gato, muito provavelmente, vai se deparar com a pergunta: castrar ou não? De um lado, redução de risco de doenças e controle da população de bichinhos. De outro, a ideia de que a cirurgia pode deixar o animal triste e frustrado.

Siga o Bazar nas redes sociais e saiba das novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração, tecnologia, pets, bem-estar e as melhores coisas de Salvador e da Bahia:

Os especialistas entrevistados garantem que a segunda informação não procede. E que, a menos que você seja um criador ou queira ter mais pets em casa, é melhor fazer a operação. E os motivos vão muito além de evitar que nasçam filhotinhos.

“Nas fêmeas, as vantagens  são inúmeras. Dentre elas, podemos citar a redução do risco de doenças mamárias e uterinas - como neoplasias (câncer) e piometra (infecção no útero), por exemplo -, cistos ovarianos, hipertrofia mamária felina, prolapso vaginal, além de gestações indesejadas”, exemplifica Jamille Palma, médica veterinária do Hpet - Hospital Veterinário.

A castração pode evitar uma série de doenças
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

“Nos machos, previne problemas testiculares e do epidídimo, como neoplasias, torções e inflamações, assim como alterações prostáticas influenciadas por hormônios produzidos pelos testículos, além de neoplasias em tecidos da região perianal, bem como alterações dermatológicas influenciadas por hormônios testiculares”, pontua ela.

Ainda podem ser reduzidas a vontade de marcação de território e a possível agressividade daquele bicho.  

Cadastre seu e-mail e receba novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração, pets, tecnologia, bem-estar, sexo e o melhor de Salvador e da Bahia, toda semana:

Tempo certo
Antes da castração, alguns cuidados devem ser tomados. O primeiro é a idade em que os pets podem passar pelo procedimento. “Em gatos, tanto fêmeas quanto machos podem ser castrados a partir de seis meses. Cães fêmeas só depois do primeiro cio e machos a partir de um ano”, diz o veterinário Bruno Rapozo (@tio_vet no Instagram). 

Gatos, machos e fêmeas, podem ser castrados a partir de seis meses
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Mas nem tudo são flores. “Obesidade, diabetes, hipotireoidismo, incontinência urinária - principalmente em fêmeas - e retardo no fechamento das extremidades ósseas têm sido atribuídos à castração precoce de alguns animais”, comenta Jamille.

Porém, segundo a veterinária, “alguns problemas não apresentam comprovação científica que justifique a correlação. A obesidade, por exemplo, é influenciada por diversos fatores - genético, nível de atividade física, dieta, idade... - e não apenas pela castração”.

Para Bruno, a questão é complicada. “Acho superválido quando se trata de animais de rua. Alguns bichos de apartamento podem apresentar problemas ortopédicos, de desenvolvimento muscular, por conta da diferença nos hormônios. Há incidência de incontinência urinária em algumas cadelas”, alerta ele.

A castração precoce é indicada apenas para animais de rua, para evitar zoonose
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

No entanto, o conselho continua sendo castrar. “De modo geral, evita até os perigos de zoonose (doenças que podem ser transmitidas de animais para seres humanos) para a população”.

A cirurgia
O que acontece na mesa de cirurgia? “Nas fêmeas, são retirados os ovários, a tuba uterina e o útero. Já no macho, é menos invasivo: retiram-se os testículos, mas a bolsa fica. Porém, há casos, nos machos, em que uma das bolinhas não desce, ficando retida na cavidade abdominal. Aí, seriam necessários dois procedimentos”, explica Gabriela Porfírio, coordenadora da Clínica Veterinária da Unifacs.

Durante os procedimentos, é preciso o uso de anestesia. Há dois tipos: a intravenosa e a inalatória. A primeira é injetada diretamente na corrente sanguínea do paciente. Já a segunda é inalada por ele. “O médico anestesista define qual usará”, afirma Gabriela.

Na cirurgia, é usada a anestesia inalatória ou a intravenosa
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Por causa do medicamento, é indicada uma visita prévia ao veterinário. “O ideal é que qualquer animal faça exames de sangue antes de ser submetido a anestesia ou procedimento cirúrgico. E é interessante que faça também de coração, o eletrocardiograma, para saber se ele tem algum tipo de alteração que contraindique anestesia”, garante Bruno.

Pós-operatório
Os dez dias que sucedem a castração contam como período pós-operatório. Nessa época, é preciso cuidado com a higienização para que não haja infecções.  

“Evitar que o animal tenha acesso ao local dos pontos é de extrema importância para prevenir contaminação e/ou remoção dos pontos antes da completa cicatrização”, explica Jamille. Assim, é recomendado o uso de roupa cirúrgica e/ou colar elizabetano (aquele ‘cone’ que fica na cabeça do bicho). 

O colar elizabetano ajuda a prevenir contaminações antes da cicatrização completa
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Após os dez dias, os pontos são retirados - mas o período pode variar de acordo com a cicatrização individual.    

Quanto custa?
Varia. “Pode ir até a R$ 5 mil, se for um caso de urgência, como uma fêmea com piometra. Quanto mais velho o cão ou gato, mais exames precisarão ser feitos e o custo aumenta. Quanto mais novo o bichinho, é mais seguro e, portanto, mais barato”, diz Gabriela. 

No caso de pets com as idades mínimas para fazer a cirurgia, em clínicas particulares, o preço fica entre R$ 800 a R$ 1 mil. Mas há uma boa notícia: você pode fazer de graça.

Como a castração serve para controle populacional e evita zoonoses, é oferecida de forma gratuita pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A castração pode chegar até a R$ 5 mil
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Para seu cão e/ou gato ser apto, precisa ter até 5 anos e ser clinicamente saudável. Se for fêmea, não pode estar gestante e, caso tenha parido, só pode ser castrada após o desmame. São barrados ainda os bichos doentes, com ectoparasitas (carrapatos, pulgas, etc) e fêmeas no cio. E há um limite de três animais por mês por pessoa.

Os bichos são castrados em uma das clínicas veterinárias contratadas: CenterVet (R. Eng. Alexandre Maia, 7, Graça), 4 Patas (R. da Imperatriz, 56, Boa Viagem) ou Vidanimal (R. Investigador Wilsom Palmeira, 54, Amaralina). 

Gatas e cadelas gestantes serão barradas na castração gratuita
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Antes, é preciso fazer a marcação em uma das Unidades de Saúde referenciadas de forma presencial (veja todas abaixo). Para isso, a pessoa - que deve ser moradora de Salvador - tem que levar Cartão SUS, RG e cartão de vacina antirrábica atualizado (aplicada há mais de 10 dias e menos de 1 ano).

Onde marcar a castração gratuita de cães e gatos:

Centro Histórico
UBS Ramiro de Azevedo (Praça D. Pedro II, C. da Pólvora, Nazaré);

Itapagipe  
UBS Virgílio de Carvalho (Rua Duarte da Costa,  Bonfim); UBS Ministro Alkimin (R. Lopes Trovão,  Massaranduba);

São Caetano/Valéria
UBS Marechal Rondon (Praça Marechal Rondon) e UBS Dr. Péricles Laranjeiras (R. das Pitangueiras, Fazenda Grande do Retiro);

Liberdade  
USF San Martin (Av. San Martin, San Martin);

Brotas  
UBS Prof. Mario Andrea (R. Fortunato Benjamin Saback, Sete Portas) e UBS Major Cosme de Farias (R. Direta de Cosme de Farias, Brotas);

Barra/Rio Vermelho  
USF Professor Sabino Silva (Rua Reinaldo de Matos, Nordeste de Amaralina), USF Ursula Catharino - Garcia (R. Quintino Bocaiuva, Garcia), UBS Engenho Velho da Federação (R. Apolinário Santana, Eng. Velho da Federação) e USF Clementino Fraga (Av. Centenário, Centenário);

Boca do Rio  
USF Parque de Pituaçu (Rua Araújo Bastos, Pituaçu) e UBS Dr. César de Araujo (R. Manoel Quaresma, Boca do Rio);

Itapuã
UBS Dr. Orlando Imbassahy (Rua Tancredo Neves, Bairro da Paz), USF Prof. Eduardo Mamede (Setor E, Caminho 16, Mussurunga) e USF Aristides Pereira Maltez (R. Lauro de Freitas, São Cristóvão);

Cabula/Beiru  
UBS de Mata Escura (R. Jardim Pampulha, Mata Escura) e UBS Rodrigo Argolo (R. Pernambuco, Tancredo Neves);

Pau da Lima  
UBS Pires da Veiga (R. Jaime Vieira Lima, Pau da Lima) e UBS Castelo Branco (Rua A 3ª Etapa, Castelo Branco);

Cajazeiras
USF Yolanda Pires (R. Direta da Fazenda Grande I, Faz. Grande I) e UBS Nelson Piauhy Dourado (R. Endel Nascimento, Águas Claras);

Subúrbio Ferroviário
UBS Sérgio Arouca - Paripe (Av. Carioca de Paripe, Paripe);


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/alem-das-diferencas-crianca-ajuda-colega-cadeirante-durante-apresentacao-na-escola/
Conheça a história de Maria Clara e Diulia que mostraram que o amor ultrapassa barreiras
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cuscuzes-apaixonados-youtube-ganha-sua-primeira-novela-exclusiva/
Primeira novela feita sob medida será exibida a partir desta quinta (23)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-4-dias-internado-compadre-washington-deve-receber-alta-nesta-quinta/
Cantor ficou ferido após cair durante um assalto em São Paulo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/aladdin-esta-de-volta-em-live-action/
Animação de 1992 ganha versão com Will Smith como o Gênio
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/atriz-da-globo-abandona-taxi-apos-motorista-admitir-que-agrediu-casal-gay/
Samantha Schmütz mostrou reação ao ouvir confissão de crime; assista
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/procurador-pede-desculpas-depois-de-ser-flagrado-agredindo-adolescente/
Ele alega que o filho dele foi agredido pelo jovem em um condomínio na Garibaldi
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vim-do-inferno-disse-homem-que-matou-tres-em-igreja-video-mostra-invasao/
Antes de ataque a templo, atirador matou ex com facada na frente da família dela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/senta-no-shallow-now-la-furia-faz-versao-de-musica-de-lady-gaga/
Versão da banda de pagode baiana vem depois da polêmica com Paula Fernandes
Ler Mais