Cenas de Carnaval: a irreverência do folião

salvador
23.01.2019, 05:00:00
(Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)

Cenas de Carnaval: a irreverência do folião

O povo também é parte do espetáculo

Nem só de artistas, blocos e celebridades vive o Carnaval. Muito pelo contrário. Sem o povo, que vai, vem e, muitas vezes, fica nos circuitos, a festa seria como ouvir música em casa.

Uma parte curiosa - e deliciosa - da folia são aqueles que saem de casa munidos do sentimento de aparecer, de não só ver, mas também ser visto. 

Desde a invenção da Fobica, nos anos 50, por Dodô & Osmar, que o povo quer contribuir com a alegria do Carnaval e, dentro dessa vontade, cabe de tudo, como do folião da foto principal.

Para fugir da unidade do bloco Inter (como agora se chama o tradicionalíssimo Os Internacionais, fundado há mais de 50 anos), onde todos usam camisas iguais, o homem resolveu ser único. 

(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Claudionor Jr/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)
(Foto: Antônio Saturnino/CORREIO)
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)


Penteado invocado, lupa brilhante, corrente (voando), meião de baba e um tênis ‘cheguei’. Tudo, claro, para chamar a atenção. O fotógrafo Evandro Veiga ainda registrou um pulo e o folião conseguiu o que queria: atenção. Todos na foto o observam. 

A câmera é estopim da vontade de ser visto: a bandeira do estado de onde o turista vem, a plaquinha com o ‘Mãe, tô na TV’, a dança, a fantasia exagerada, os apetrechos levados.

Mas se engana quem pensa que só a rua é palco para aparecer. Uma passada nos atuais camarotes e nos deparamos com camisas cavadas para mostrar músculos e shorts minúsculos, além dos saltos - aliás, quem inventou ir de salto para o Carnaval?

Aparecer, por sinal, é até uma contradição à história da festa, que remonta aos bailes de máscaras desde a Idade Antiga, mas bem apropriada ao tempo de selfies e instagrams.

Alguns, no entanto, preferem manter a característica original. A festa segue sendo o momento de se esconder, onde as normas de comportamento são suspensas, se levarmos em conta uma visão antropológica. De máscara, anônimo, vale abusar, gritar e dançar livremente. E sem medo de cliques.

Cenas de Carnaval é um oferecimento do Bradesco, com patrocínio do Hapvida e apoio de Claro, Fieb, Salvador Shopping, Vinci Airports e Unijorge. 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/taylor-swift-se-dirige-a-homofobicos-em-nova-musica-you-need-to-calm-down/
Música é o segundo single de Lover, a ser lançado em 23 de agosto
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/faria-show-na-bahia-todos-os-dias-afirma-mariana-aydar/
Cantora se apresenta, dentro do Conexões Sonoras, neste sábado (15), no Pelourinho
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/lazaro-ramos-lanca-viagens-da-caixa-magica-projeto-multimidia-infantil-veja/
Além de álbum, projeto inclui clipes animados e em realidade virtual exclusivos para o YouTube
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/madonna-canta-em-portugues-em-faz-gostoso-parceria-com-anitta/
Nas redes sociais, brasileira comemorou: "Hoje eu durmo realizada"
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gloria-groove-e-iza-lancam-musica-em-parceria/
YOYO veio com um clipe cheio de cores e referências
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/idolo-do-futebol-australiano-elogia-gol-de-cristiane-classe/
Tim Cahill é o maior artilheiro da seleção masculina da Austrália com 50 gols
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mib-internacional-apresenta-uma-agente-feminina/
Tessa Thompson é a parceira de Chris Hemworth no quarto filme da franquia
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/duas-leoas-lancado-clipe-de-daniela-mercury-com-sua-esposa-malu-veja/