Cenas de Carnaval: as crianças

salvador
06.02.2019, 05:00:00
(Marina Silva/ 6.2.2018/Arquivo Correio)

Cenas de Carnaval: as crianças

A folia começa desde cedo

Todo mundo é um pouco criança no Carnaval. É só lembrar das fantasias bem-humoradas, da alegria em pular, gritar e dançar, dos amigos inseparáveis com quem se sai junto. Se vacilar, até o fôlego é de gente pequena, afinal, são eles que aguentam uma ‘maratona’ de folia sem que o corpo reclame. No caso dos adultos, a conta costuma vir na Quarta-Feira de Cinzas.

Os carnavais voltados para as crianças tiveram seu grande auge nos clubes sociais, das décadas de 80 e 90, quando esses ofereciam uma alternativa para os pais de classe média para cima. 

Com a derrocada dos clubes, o espaço acabou sendo tomado pelos blocos infantis e pelos bailes em shoppings centers. O Pelourinho, com um fluxo menor de pessoas, também é uma boa alternativa para os pequenos.

Mas vamos combinar: não são só as crianças que se divertem. Para isso, é preciso ter o espírito aberto. Não adianta se incomodar com sol, espuma, pistola d’água ou pó colorido. 

(Marina Silva/Arquivo CORREIO)
(Marina Silva/Arquivo CORREIO)
(Marina Silva/Arquivo CORREIO)
(Betto Jr/Arquivo CORREIO)
(Antonio Saturnino/Arquivo CORREIO)
(Marina Silva/Arquivo CORREIO)
(Paulo M. Azevedo/Arquivo CORREIO)
(Marina Silva/Arquivo CORREIO)

Para quem é um tanto saudosista, o Carnaval infantil lembra as festas antigas de clubes. Tem serpentina e confete e fanfarra, principalmente nos shoppings. Nas ruas, artistas como Tio Paulinho se especializaram em fazer a festa para crianças. Carla Perez também conseguiu conquistar seu espaço com os pequenos.

No entanto, ainda há o outro lado infantil do Carnaval, o do trabalho. Centenas de crianças acompanham os pais ambulantes no circuito - e, às vezes, ainda ajudam catando latinhas -, dormindo em condições precárias e ficando suscetíveis a doenças e abusos. Não se pode colocar uma máscara e fantasiar que o problema não existe.
Que o Carnaval possa ser um momento de alegria para todas as crianças, sem distinção de situação social.

*Cenas de Carnaval é um oferecimento do Bradesco, com patrocínio do Hapvida e apoio de Claro, Fieb, Salvador Shopping, Vinci Airports e Unijorge


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/salvador-concorre-ao-premio-nacional-do-turismo-2019-em-tres-categorias/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/banda-panteras-negras-recebe-luedji-luna-e-okwei-odili-no-goethe/
Celebrando um ano de formação, musicistas exaltam contribuição das mulheres negras na arte
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/linn-da-quebrada-estrela-bixa-travesty/
Documentário debate sobre o corpo, gênero e identidades
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/policia-civil-analisa-imagens-de-acao-da-prf-que-deixou-adolescente-morto/
Pai foi ouvido no DHPP; familiares homenagearam garoto de 17 anos nesta quinta-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/operario-fica-pendurado-em-predio-durante-pintura-e-e-socorrido-veja-video/
Ele foi retirado de edifício em Fortaleza e conduzido a unidade médica pelo Samu
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/apos-passar-mal-e-ser-socorrido-no-senado-kajuru-segue-internado-na-uti/
Colega baiano Otto Alencar ajudou a socorrê-lo em plenário: ‘não vai ficar sequela’
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/matou-como-se-ela-fosse-bicho-diz-testemunha-de-crime-contra-moradora-de-rua/
Defesa de comerciante alega que ele reagiu a uma tentativa de assalto
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bombeiros-controlam-incendio-em-academia-na-graca/
Fogo começou por volta das 22h40 e foi contido rapidamente
Ler Mais