Centenas de aves silvestres e galos são resgatados em operação no Sul da Bahia

bahia
21.02.2021, 17:21:00
Atualizado: 21.02.2021, 17:23:46
(Divulgação/PRF)

Centenas de aves silvestres e galos são resgatados em operação no Sul da Bahia

Animais eram mantidos em situação de maus tratos, sem água e com pouco ar

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Mais de 450 animais foram resgatados de situação de maus tratos em São João do Paraíso, na região Sul da Bahia. A apreensão aconteceu na sexta-feira (19), depois que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada pelo Inema em Itabuna para verificar uma denúncia de crime ambiental. 

Equipes da PRF e do Inema foram até o imóvel indicado e encontraram pássaros de diversas espécies - cardeal, pássaro preto, papa capim, coleira, azulão, canário da terra, trinca ferro, tico tico e sabiá -, além de uma grande quantidade de filhotes de papagaios e periquitos com poucas penugens no corpo.

Os animais estavam amontados em caixas de papelão, gaiolas e viveiros, sendo mantidos em condições precárias de higiene, cobertos com fezes e urina, sem água, privados de luz e com restrição de movimentos, além de pouco ar. Alguns já estavam mortos e muitos estavam desidratados e debilitados. No local foram apreendidos muitos apetrechos usados para a captura ilegal dos pássaros. 

Em um imóvel vizinho, vários galos de rinha foram encontrados. Os animais são usados em competições ilegais, sendo obrigados a duelar muitas vezes até a morte. 

(Foto: Divulgação/PRF)

Ao todo foram resgatados 413 aves silvestres, sendo que 8 morreram. Todos foram levados para o Cetas de Cruz das Almas, onde serão triados, alimentados e tratados. Depois do processo de reabilitação, devem voltar à liberdade. Os 42 galos resgatados foram entregues à sede da Cavalaria do 15º do CPM-BA. 

O responsável por manter os animais foi identificado e uma ocorrência foi registrada na delegacia de Mascote, que vai instaurar o inquérito e conduzir a investigação.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048