Chevrolet S10 2021 aposta na tecnologia

autos & etc
01.08.2020, 05:00:00

Chevrolet S10 2021 aposta na tecnologia

Picape tem desenho atualizado, ganha wifi a bordo e espelhamento sem fio de smartfones

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Desde 1995 no mercado brasileiro, a S10 liderou por anos o segmento das picapes médias. Mas a competitividade das rivais aumentou e a Chevrolet aproveitou os 25 anos do utilitário para anunciar mudanças. Além de ajustes estéticos na dianteira, mais profundos na versão topo de linha High Country, a picape agregou tecnologias como wifi a bordo e a possibilidade de pareamento sem fio para Android Auto e Apple CarPlay.

A estrutura também foi reforçada e o veículo ficou até 20% mais resistente em caso de impacto frontal, por exemplo. A linha 2021, que começa a desembarcar neste mês nas concessionárias, conta ainda com sistema de frenagem autônoma de emergência, que freia o veículo automaticamente ao identificar uma situação de risco envolvendo o veículo à frente ou um pedestre que esteja cruzando a dianteira. Para completar, todas as configurações com cabine dupla foram equipadas com seis airbags. 

A versão topo de linha da S10, a High Country, foi a que mais mudou
A versão topo de linha da S10, a High Country, foi a que mais mudou
Por dentro, mudanças na central multimídia e inclusão de wifi
Por dentro, mudanças na central multimídia e inclusão de wifi
A traseira da picape permanece igual
A traseira da picape permanece igual (Fotos: Fabio Gonzalez/ GM)

O motor diesel também ganhou ajustes para melhorar o desempenho e o consumo, mas manteve o rendimento de potência (200 cv) e força (51 kgfm). Com isso, a aceleração de 0 a 100 km/h ficou 0,2s mais rápida, passando para 10,1s no modelo equipado com transmissão automática (AT6). Já a economia de combustível variou de 3% a 10%, dependendo da configuração e da condição de rodagem. O propulsor 2.5 flex não foi alterado e continua rendendo até 206 cv e 26,3 kgfm quando usa etanol.

São três opções de carroceria (cabine dupla, cabine simples e chassis cabine), cinco níveis de acabamento (LS, Advantage, LT, LTZ e High Country), duas opções de motorização (2.5 Flex e 2.8 Turbo Diesel), assim como duas opções de transmissão (MT6 e AT6) e tração (4x2 e 4x4). Os preços variam de R$ 125.390, valor cobrado pela Advantage flex com tração 4x2 e câmbio manual, até R$ 213.290, valor pedido pela High Country, que conta com motor diesel, tração 4x4 e transmissão automática.

ESCALADA SUV
Até o fechamento dessa edição, o T-Cross estava na liderança das vendas em julho. O SUV da Volkswagen somou 9.759 emplacamentos no mês e superou o Chevrolet Onix, que teve 9.109 licenciamentos no período. Na Chevrolet, o destaque foi o Tracker, que teve 5.709 exemplares emplacados, e ficou com a vice-liderança da categoria - justamente atrás do T-Cross. Desde que o Gol perdeu a liderança para o Onix, há cinco anos, a VW não liderava o mercado brasileiro.

O Volkswagen T-Cross assumiu a liderança dos emplacamentos em julho (Foto: Sergio Castro/ VW)

PICAPES EM ALTA
Quem também obteve uma boa performance em março foi a Strada, da Fiat. A picape acumulou 6.229 licenciamentos em julho e deixou a Toro em segundo lugar com 4.038 exemplares. A Volkswagen Saveiro (2.679) veio em terceiro, seguida pela Toyota Hilux (2.208) e Ford Ranger (1.648).

Renovada, a Fiat Strada está indo bem nas vendas e segue líder (Foto: Antônio Meira Jr./ CORREIO)

MERCADO BAIANO
No cenário baiano os números são diferentes: o Chevrolet Onix continua líder absoluto com 383 emplacamentos em julho. A segunda posição ficou com o Hyundai HB20 (296) e a Fiat Strada (287). No estado, o VW T-Cross não obteve o mesmo desempenho e somou somente 141 emplacamentos, que equivale a 12ª posição. Na próxima edição, vamos publicar os números consolidados de julho.

O PREÇO DO SONHO
A Porsche anuciou que o Taycan, seu primeiro carro elétrico, chegará ao Brasil em três versões, já como modelo 2021: 4S (530 cv) a partir de R$ 589 mil, Turbo (680 cv) a partir de R$ 809 mil e Turbo S (761 cv) a partir de R$ 979 mil. São preços iniciais sugeridos, sem considerar o frete interno. Os valores incluem o custo de verificação e instalação do carregador no endereço indicado pelo cliente, em qualquer lugar do país. A autonomia varia entre 412 quilômetros (Turbo S) e 463 km (4S).

A Porsche confirmou que o Taycan chega ainda este ano e divulgou os preços (Foto: Porsche)

CINEMA NO CARRO
Em tempos de pandemia, a melhor solução para ir ao cinema é dentro do carro. Com isso os drive-in voltaram e Salvador já tem um em funcionamento. O Big Drive-in Salvador, no Centro de Convenções, tem capacidade para 400 veículos e custa R$ 90 por carro para até quatro pessoas. Assinantes do CORREIO pagam 40% menos.

No drive-in o expectador sintoniza uma estação de rádio e escuta o áudio do filme pelo som do carro (Foto: Antônio Meira Jr./ CORREIO)

ABASTEÇA E RECEBA BÔNUS
O "abastece aí", aplicativo que desde 2016 oferece descontos na compra de combustíveis e outros produtos e serviços nos postos Ipiranga, unidades Jet Oil e lojas ampm, passará a ter novas funcionalidades e atuar como uma carteira digital, incluindo contas de pagamentos digitais para cada cliente. O aplicativo oferecerá, ainda, descontos e cashback (quando você paga e recebe de volta um percentual) em uma rede crescente de parceiros varejistas. Os créditos em reais resultantes do cashback serão depositados para os usuários em suas carteiras digitais e poderão ser usados a qualquer momento, tanto nas empresas parceiras quanto para transferência a outros participantes do "abastece aí".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas