Chuva cai com força em Salvador e alaga ruas; raios e relâmpagos assustam

salvador
22.03.2019, 23:18:49
Atualizado: 23.03.2019, 01:03:30

Chuva cai com força em Salvador e alaga ruas; raios e relâmpagos assustam

Segundo leitores, parte da avenida Centenário ficou intransitável

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A chuva, acompanhada de raios e relâmpagos, caiu com força na noite desta sexta-feira (22) em Salvador. Em poucos minutos, dezenas de ruas ficaram alagadas em vários bairros.

Segundo leitores do CORREIO, a saída do Shopping Barra, pela Avenida Centenário, ficou intransitável. "Alguns carros saíram pela contramão para ir pelo Jardim Brasil por conta da água", relatou uma leitora.

No Rio Vermelho também há vários pontos de alagamento. Um deles é na Rua Oswaldo Cruz, que ficou completamente tomada pela água. No Vale do Canela também há trechos que os motoristas têm dificuldade de transitar enquanto os pedestres buscam abrigo.

Desde quinta (21) ocorrem chuvas intensas, na capital, a maioria das vezes em áreas isoladas, com trovões e relâmpagos. A estimativa é que as chuvas permaneçam na cidade até terça-feira (26).

Não foi confirmado, ainda, ligação da chuva em Salvador com o ciclone no Sul do Estado. A Defesa Civil de Salvador (Codesal) fez um alerta nesta noite para  chuvas moderadas a fortes, acompanhadas de descargas elétricas e rajadas de vento. Emergência disque 199.

Confira alguns vídeos feitos pela equipe do CORREIO e enviados por leitores.

Outono
Oficialmente, o outono começou na quarta-feira (20), mas já chegou dizendo para que veio. Depois das chuvas desta quinta-feira (21), que alagaram diversas regiões da Bahia e deixou o trânsito caótico na capital, agora, os meteorologistas monitoram a possibilidade de um ciclone atingir o sul do estado.

Segundo o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), um sistema de baixa pressão de grande intensidade, somado ao aumento na temperatura do Oceano Atlântico, provocou a formação de um ciclone no sul da Bahia, nesta sexta-feira (22). Já o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) afirma que o fenômeno ainda não está formado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas