Cidade da Luz comemora 40 anos de existência

salvador
24.08.2018, 12:54:00

Cidade da Luz comemora 40 anos de existência

A instituição beneficia mais de 200 mil pessoas, por ano

Para comemorar os 40 anos de existência da fundação do primeiro Núcleo de Trabalho da Cidade da luz, o Centro Espírita Cavaleiros da Luz, será realizado um jantar beneficente, neste sábado (25), a partir das 19h, no Complexo da Cidade da Luz, em Pituaçu. A instituição beneficia mais de 200 mil pessoas por ano, segundo números divulgados pela própria instituição.

Sem fins lucrativos, a Cidade da Luz oferece serviços médicos, assistência psicológica, desenvolve ações educativas, além de oficinas de qualificação. Tudo isso é mantido com doações e com recursos obtidos através da venda de obras mediúnicas: telas, esculturas, livros produzidos através do seu fundador, José Medrado. 

Durante o evento, os participantes poderão conferir de perto todo o processo da pintura mediúnica, onde artistas de diferentes períodos da história, desde os renascentistas, passando pelos impressionistas até a era moderna realizam obras inéditas, através de José Medrado. Além da demonstração de pintura mediúnica, será servido o jantar beneficente, ao som de atrações musicais como Wellington Pacheco e Alexey Martinez. 

Os convites para o jantar estão disponíveis na Cidade da Luz, por R$ 80. O pagamento pode ser feito à vista, débito ou crédito. Todo valor arrecadado com a ação será revertido para os projetos socioassistenciais da Cidade da Luz. Outras doações também são bem-vindas na Instituição. Mais informações podem ser obtidas através do telefone: 71 3363-5538.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas