Clube japonês faz proposta por atacante, mas Bahia recusa oferta

e.c. bahia
04.11.2021, 15:34:00
Saldanha está emprestado ao JEF United e clube japonês tem interesse em manter o atacante em definitivo (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Clube japonês faz proposta por atacante, mas Bahia recusa oferta

Saldanha tem contrato com o tricolor até junho de 2022

Emprestado pelo Bahia ao JEF United, clube da segunda divisão do Japão, o atacante Matheus Saldanha pode não retornar ao tricolor. A equipe japonesa manifestou interesse em adquirir o atleta e abriu negociações com o Esquadrão. A informação foi publicada inicialmente pelo repórter Venê Casagrande. 

No acordo entre Bahia e JEF United firmado quando Saldanha foi emprestado, em janeiro deste ano, ficou definido o valor fixado de R$ 1,5 milhão de dólares (cerca de R$ 8,2 milhões) caso o clube japonês deseje ficar com o jogador em definitivo. 

No entanto, apesar de ter interesse na continuidade de Saldanha, a equipe japonesa apresentou proposta com valor inferior ao previsto no contrato, oferecendo R$ 500 mil dólares (300 mil  à vista e o restante em 2022) por 50% dos direitos, o que totaliza cerca de R$ 2,7 milhões. 

A oferta foi rejeitada pelo Bahia. O clube baiano também não aceitou a contraproposta do JEF United, que ofereceu 350 mil dólares à vista e mais 150 mil no próximo ano por 60% dos direitos econômicos. As duas equipes seguem negociando. 

Vale destacar que Matheus Saldanha tem contrato com o Bahia apenas até junho do próximo ano e a partir de janeiro poderá assinar pré-contrato com qualquer time. 

Quando cedeu Saldanha por empréstimo, o Bahia recebeu R$ 500 mil. No Japão, o atacante de 22 anos disputou 27 partidas e marcou três gols. O JEF United é o atual oitavo colocado da segunda divisão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas