Colégio critica compartilhamento de vídeo com alunos em beijo coletivo

salvador
27.08.2018, 22:54:07

Colégio critica compartilhamento de vídeo com alunos em beijo coletivo

Colégio Adventista de Castelo Branco enviou um comunicado oficial

O Colégio Adventista de Castelo Branco repudiou nesta segunda-feira (27) a divulgação e o compartilhamento de um vídeo em que um grupo de alunos da instituição, menores de idade, aparecem se beijando em uma lanchonete. As imagens tomaram conta das redes sociais e causaram polêmica. Uma falsa nota afirmando que os estudantes seriam expulsos do colégio, também foi propagada junto com o vídeo e desmentido pela instituição de ensino.

Malu Fontes: Hipocrisia na escola: Deus perdoa tudo. Não é isso que a escola ensina?

Em um posicionamento oficial ao CORREIO, o Colégio Adventista informou que se preocupa e alerta aos pais e, também a sociedade que o compartilhamento do vídeo infringe o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Segundo a escola, existe um regulamento interno, além de pedagogos e psicólogos que acompanham os alunos constantemente.

Ainda de acordo com a nota oficial, apesar do vídeo ter sido gravado em local fora do ambiente escolar, a instituição fez contato com os pais para discutir o ocorrido e acompanhar as famílias. Veja abaixo a nota oficial do colégio:

Sobre o recente vídeo divulgado nas redes sociais envolvendo alunos do Colégio Adventista de Castelo Branco, esclarecemos que:
 1. O Colégio Adventista se preocupa e alerta a todos os pais e, também, a sociedade para o dever de todos emzelar pela dignidade e preservar a integridade moral e psíquica de crianças e adolescentes, de acordo com os artigos 5, 17 e 18 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).  É com preocupação que o colégio observa o compartilhamento do vídeo em redes sociais, o que configura uma infração diante do que estabelece o ECA.

2. O Colégio Adventista adota uma posição clara em suas dependências de proteção e cuidado para com todos os seus alunos. Há regulamento interno e há acompanhamento constante, pedagógico e psicológico, para evitar quaisquer tipos de atitudes que representemuma ameaça ao cuidado e a proteção das crianças e dos adolescentes que estudam nessa unidade escolar.

3. O vídeo em questão foi gravado em local fora do ambiente escolar, sem qualquer relação com os espaços dessa unidade de ensino.

4. O Colégio Adventista acredita na integração entre a unidade escolar, a família e a comunidade. Mesmo que o fato tenha ocorrido fora do ambiente escolar, o Colégio iniciou contato com os pais, abrindo um diálogo sobre o ocorrido, para um acompanhamento em conjunto dos fatos.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas