Colombiamoda chega à 28ª edição falando de sustentabilidade, negócios e moda para todos

Moda
28.07.2017, 21:23:00

Colombiamoda chega à 28ª edição falando de sustentabilidade, negócios e moda para todos

Semana de moda Colombiana propõe novas ideias sobre a indústria fashion através de desfiles, feira de negócios e conferências
Desfile da grife Origem: um dos 69 realizados durante os três dias da semana de moda
(Fotos: Divulgação)

A sobrevivência depende da capacidade de se adaptar. Esta é um lei biológica que pode ser aplicada a muitas outras áreas, como os negócios e a moda. E foi a primeira impressão que nos causou a 28ª da Colombiamoda, realizada entre os dias 25 e 27, no centro de Medellín, segunda maior cidade da Colômbia. 

O evento é mais que uma fashion week pois também sedia uma grande feira de negócios têxteis e conferências de marketing e novas ideias sobre a indústria fashion. O foco em business e tendências de moda centrada em agradar o consumidor interno é evidente e garante a sustentabilidade do evento organizado pela Inexmoda, organismo privado que conecta universidades, designers de moda, governo e fabricantes. 

Após 28 anos, essa edição deu um passo histórico para sua adaptação aos novos tempo e realizou, pela primeira vez, um desfile de moda plus size. O fashion show Elena Plus Size Clouthing aconteceu dia 25, em um passarela alternativa chamada Cubo, promovido com patrocínio da prefeitura de Medellín através do projeto Épica: Desafio de Inovação. A marca possui 30 anos de existência, mas só agora pôde desfilar no evento de moda mais importante do país. A coleção apostou em jeanswear com lycra, cartela de cores  escuras e camisetas com frases de empoderamento.  

A Elena Plus Clothing fez o primeiro desfile plus size na semana de moda da Colômbia

Efeito contagiante 
Leonisa, a brand de lingerie popular no país, que costuma ter um casting formado apenas com modelos no nível das que fazem os shows da Victoria Secret e tem a top brasileira Isabeli Fontana como garota propaganda, apostou pela primeira vez em modelos curvilíneas, cujo corpo se aproxima da “mulher real”. Um avanço para um marca que nesta edição precisou realizar seu desfile em dois horários por causa da grande popularidade e tem influência sobre a criação da imagem do ideal de corpo feminino. 

 Desfile da Elena Plus Clothing e da marca de lingerie Leonisa, que também apostou pela primeira vez em modelos curvilíneas

Superação 
Um dos momentos mais bonitos desta edição foi a apresentação do projeto Vivimos Pacificamente, encabeçado pelo designer de moda Juan Pablo Socarrás. A coleção é  um mergulho nas raízes culturais colombianas, um exercício criativo em torno de tecidos naturais e técnicas tradicionais artesanais. Todos os envolvidos são artesãos, costureiras e empresários de áreas em conflito na Colômbia e apoiados pelo Ministério do Comércio, Indústria e Turismo. Eles usam a moda como plataforma de expressão e superação dos danos causados por anos de confrontos entre o governo, milícias paramilitares e narcotraficantes. 

 Desfile do projeto Vivimos Pacificamente, encabeçado pelo designer Juan Pablo Socarrás

Inspirações colombianas 
É impossível não se inspirar após ir a um grande evento como esse, realizado por um país tão próximo e com tantas coisas em comum. E a primeira grande inspiração vem da forma de se fazer negócios. As passarelas, em sua maioria, são patrocinadas por empresas que, pela primeira vez não são do setor da moda, como o canal de TV Nickelodeon, um banco, a marca de automóveis e até empresas de energia. Essa conectividade entre o setor empresarial e criativo é sem preconceitos. A segunda inspiração vem das passarelas, que aqui são tanto para o Verão quanto Inverno 2018. Selecionamos cinco boas ideias para te motivar a experimentar.

PARA FICAR DE OLHO

Babados modernos  
É uma unanimidade tanto nas passarelas quanto fora delas. Raro foi ver alguma coleção que não usou. As colombianas amam babados. As melhores opções  foram as em alfaiataria ou combinadas com outras peças menos românticas.  A designer Alexandra Bueno investiu em tops com efeito peplum sobrepostos com maxicolete jeans destroyed, afinando a silhueta e modernizando a peça.  Maria Elena Vilamil, que encerrou a semana de moda, optou pelo extremo romantismo em seus vestidos fluídos florais ricos em babados, mas contrabalançou com peças estruturadas. 

Look com babados Alexandra Bueno e Vilamil

Mais ousadia para os homens
A moda masculina não ficou em segundo plano  na Colombiamoda. E os pontos mais altos foram as peças com efeito metalizado, vistas no desfile de Christian Colorado para o Inverno e nos conjuntos estampados em seda do Verão do estilista Andrés Pajon, que além da calça e camisa combinadas, ainda apostou em uma segunda pele com mesmo print.  

Desfile de Andrés Pajón e Christian Colorado: ousadia masculina na moda


Sobreposições com transparências 
O jogo de mostrar e revelar é sempre uma experiência criativa. A marca de tricô Pepa Pombo, que abriu a semana de moda, brincou com as transparências de dois tops sobrepostos e um mais longo que o outro. Uma ideia fácil de reproduzir usando peças com comprimentos diferentes. A brand especializada em alfaiataria Atelier Crump propôs uma das mais inusitadas sobreposições com transparências para seu Verão muito chique: um conjunto de saia e blusa com outra saia mais curta em material plástico por cima. 

Sobreposições com transparência da Crump e Pepa Pombo

Acessórios com artesanias  
Os estilistas colombianos  renderam também ao lado artesanal tão rico do país. E nos acessórios isso se viu muito claramente. É uma aposta que não tem erro se o designer for mais arrojado e sofisticado, como se viu na brand Vivemos Pacificamente e seus maxicolares de miçangas, que fazem as vezes de golas. Ou nas bolsas em palha com formatos lúdicos, como peixes, de María Luisa Ortiz. 

Acessórios artesanais em alta nas bijus e nas bolsas

Decotes profundos  
Essa é para as mais ousadas! E saiu direto dos tapetes vermelhos internacionais. Bem num clima setentista, os decotes foram vertiginosos e iam até abaixo do umbigo, inclusive na moda praia da jovem marca Puntamar, em bodies prontos para ir à festa depois da praia. A sugestão para não ser vulgar veio bem definida na passarela: tops com tecidos nobres associados a pantalonas muito bem modeladas.

Decote profundo: Puntomar e Christian Colorado

*O produtor viajou a convite da organização do evento

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas