Com 44% dos votos, Thelma Assis é a grande campeã do BBB20

em alta
28.04.2020, 00:14:00
Atualizado: 28.04.2020, 01:04:03
(Globo/Divulgação)

Com 44% dos votos, Thelma Assis é a grande campeã do BBB20

Rafa Kalimann ficou na segunda colocação, com 34%; Manu Gavassi foi a terceira, com 21,09%

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Thelma Assis é a grande vencedora do Big Brother Brasil 20. Em uma final histórica, disputada apenas por mulheres, a campeã recebeu nesta terça-feria (27) 44,1% dos votos do público e levou para casa o cobiçado prêmio de R$ 1,5 milhão, além de um carro, o Fiat Touro Ultra 4x4. A vice foi Rafaella Kalimann, com 34,81%, seguida pela terceira colocada, a cantora Manu Gavassi, com 21,09%.

Ainda anestesiadas, finalistas do BBB20 puderam assistir ao programa final antes do resultado
(Foto: Globo/Divulgação)

O resultado foi anunciado pelo apresentador Tiago Leifert nesta segunda-feira (27). Assim, acaba o histórico BBB20, uma das edições mais memoráveis do reality show. O restante do elenco participou via videoconferência por conta do coronavírus.

Depois de anunciar o terceiro lugar do BBB20, Tiago Leifert foi para o jardim da casa. Manu, Rafa e Thelma se abraçam, enquanto o apresentador fez o discurso.

"Rafaella, claro que houve solidão no começo. Você vibra em uma frequência diferente. E quando você sente essa vibração estranha, você se fecha. Quando você entendeu o que estava acontecendo, você se abriu de novo. Você realmente capta tudo. Mas isso traz o que você tem de melhor. Você foi a porta-voz das mulheres. Você é a capitã, a influenciadora. A gente precisava de você", declara Leifert.

Em seguida, o apresentador diz: "Thelminha, representar é o que você faz de mais bonito. Quando caiu o muro, e vocês viram o que estava do outro lado... A Thelma foi a primeira a bater no peito, e a falar: 'Não tenho medo de nenhum deles'. Sabe por que a Thelma foi esse ícone? Porque ela está acostumada. A Thelma estava sempre contra a estatística. Ela samba na cara da sociedade".

Leifert continua:

"Temporada histórica. Algumas pessoas dizem que foi a melhor de todos os tempos. Eu acho que é. Mas eu sou suspeito para falar. A gente falou de assuntos muito importantes aqui dentro. A gente conseguiu falar com leveza e inteligência de assuntos muito difíceis".

Na sequência, a médica comemora, e abraça Manu e Rafa. Depois, as sisters se dirigem ao pódio da 20ª edição do BBB.

Thelma Regina Assis tem 35 anos e é médica anestesiologista, além de passista da Mocidade Alegre. Chegou na final como a única sobrevivente entre o grupo Pipoca do BBB20, formado por aqueles que se inscreveram para participar do programa.

A paulistana teve sua grande virada no jogo após receber o Castigo do Monstro de Daniel e Ivy. A partir dali, começou a estreitar laços com as outras duas finalistas, criando uma grande amizade. Simpática, também se encontrou em Babu, com quem trouxe o debate sobre o racismo à tona no reality.

(Foto: Globo/Reprodução)

Foi o marido de Thelma, Denis, quem a inscreveu para participar do BBB20. Os dois estão juntos há 10 anos e adiaram o plano de ter filho para que a médica integrasse o confinamento. Para se formar na profissão, aliás, ela estudou por três anos para o vestibular, por não ter condições para pagar uma faculdade particular. Conseguiu uma bolsa de 100% em uma instituição de ensino, mas passou por dificuldades para conseguir concluir a graduação.

O plano agora de Thelma é comprar um apartamento e ajudar nas despesas da família.

(Reprodução/Globo)
(Reprodução/Globo)
(Reprodução/Globo)
Rafa, Manu e Thelma: finalistas do BBB20
Rafa, Manu e Thelma: finalistas do BBB20 (Reprodução/Globo)

Terceiro lugar
Após encerrar a votação da Final entre Manu, Rafa e Thelma, Tiago Leifert entrou em contato com as finalistas do BBB20. "Então, o Big Brother resolveu fazer uma edição especial, com convidados e inscritos". Na sequência, o apresentador afirma: "Entrar no BBB significa você abrir mão das duas coisas mais importantes, que é a sua privacidade, e a sua narrativa, o jeito que você controla a sua vida. Vocês são muito melhores sem filtro, meus influencers convidados".

Em seguida, Leifert completa: "Manoela, o nosso começo foi difícil. E você falava: 'O que é que eu tenho que fazer aqui?'. E a resposta era simples. Era ser a Manu. Não precisava fazer nada. Talvez você tenha colocado, entre nós e você, algumas barreiras. Mas, Manu... Quem precisa de asinha, quando já se tem tudo? Você é absurdamente inteligente. Você tem um repertório, Manoela... Então, entre ser uma fada e ser a Manoela, prefira sempre ser a Manoela. A sétima série B estava errada. Você não é a garota errada. Você é a garota certa".

Manu fica em terceiro lugar no BBB20, com 21,09% dos votos, e ganha o prêmio de R$ 50 mil
(Foto: Globo/Reprodução)
(Foto: Globo/Reprodução)
  • Confira alguns dos momentos mais marcantes dessa final:

O Big Brother Brasil 20
O BBB20 já nasceu especial. Foi pensado como edição comemorativa às anteriores, com inspirações em provas e castigos do monstro passados. Mas foi além e, pela primeira vez, possuiu participantes convidados (Camarote) se misturando aos inscritos (Pipoca). Ainda teve audiência inflada pelo isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus, com mais gente grudada na telinha e redes sociais em polvorosa.

Dentro do confinamento, ganharam destaque as discussões sobre racismo e machismo. Logo no início do programa, os homens bolaram um planopara seduzir as participantes famosas que eram comprometidas, com o objetivo de fazê-las se queimar com o público. A médica Marcela McGowan e a advogada Gizelly Bicalho descobriram e contaram para as outras mulheres. Ali, nascia a primeira divisão na casa.

Depois, surgiu a 'comunidade hippie', formada por um blocão hegemônico. Mas, pouco a pouco, participantes iam sendo eliminados e o grupo começava a ser rachado. Manu e Rafa, que já tinham formado uma forte amizade, encontraram em Thelma mais uma forte aliada. Juntas, as três seguiram até o fim.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas