Com 46% de UTIs ocupadas e redução do repasse federal, Prefeitura desativará três gripários

salvador
25.02.2022, 05:10:00
((Foto: divulgação) )

Com 46% de UTIs ocupadas e redução do repasse federal, Prefeitura desativará três gripários

Desmobilização de leitos começa nessa terça-feira (1°)

O encerramento das unidades de saúde e leitos criados para atender pacientes com covid-19 começará na próxima terça-feira (1°) pelos gripários da ilha de Bom Jesus dos Passos, do Pau Miúdo e Pirajá/Santo Inácio, unidades que compõem a rede de urgência e emergência no atendimento às pessoas com síndromes gripais. Por enquanto, o gripário que fica localizado em anexo à UPA dos Barris permanecerá com a oferta da assistência.

De acordo com o secretário da Saúde, Leo Prates, apesar da atual taxa de transmissão do vírus em Salvador estar em 0.1, fator considerado de controle pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é necessário manter os cuidados e a ampliação da cobertura de vacinados para evitar uma nova onda viral na cidade e a reabertura das unidades assistenciais temporárias. 

“É um momento de menor pressão do sistema de saúde, mas não quer dizer que a pandemia passou. É o menor fator de retransmissão já visto na cidade. Além disso, temos visto o reflexo desses números com a diminuição da procura nos gripários e nas baixas taxas de ocupação dos leitos de UTI. Vamos continuar intensificando a vacinação, seguindo com a manutenção dos cuidados, para que em breve possamos anunciar boas notícias”, explicou Prates.

Durante o surto de gripe e de covid, no final do ano passado, a Prefeitura reabriu os gripários do Pau Miúdo, de Pirajá/ Santo Inácio e da ilha de Bom Jesus dos Passos. Além disso, quatro USFs foram transformadas em UPAs, a tenda dos Barris foi reativada e foi ampliado o número de leitos do Hospital Sagrada Família, no Bonfim.

“Não faz sentido estar com 46% de ocupação e estar pagando por leitos [vazios]. A partir de segunda-feira não tem mais recurso federal, vai ser tudo com financiamento próprio da prefeitura, então, o que pudermos fechar será fechado”, disse o prefeito Bruno Reis (DEM) durante a inauguração de uma Unidade de Saúde da Família, no Vale da Muriçoca, na Federação, nesta quinta-feira (24). Ele não descartou mobilizar novamente mais leitos caso seja necessário.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas