Com 8,5 metros, homenagem a Mãe Stella de Oxóssi é inaugurada

salvador
09.04.2019, 15:00:00
(Foto: Divulgação/SECOM)

Com 8,5 metros, homenagem a Mãe Stella de Oxóssi é inaugurada

Tatti Moreno assina a obra, que tem figura da ialorixá em tamanho real

Aos mais próximos, Mãe Stella dizia que só poderia ser feliz se estivesse perto do orixá Oxóssi, a quem, segundo o povo de santo, pertencia sua cabeça. A ialorixá, que morreu há quatro meses, continua ao alcance do seu principal guia espiritual. Em forma de estátua, a mãe de santo, em tamanho real, agora é parte da paisagem da avenida que leva o próprio nome dela, na altura da Avenida Paralela, em Salvador.

As esculturas (dela e de Oxóssi) exibidas na Avenida Mãe Stella de Oxóssi são feitas à base de resina de poliéster e fibra de vidro. A obra completa tem 8,5 metros de altura, incluindo uma base de concreto de dois metros. A estátua de Mãe Stella tem tamanho real e, somada ao trono onde está sentada, chega a mais dois metros de altura. Já Oxóssi, que também está em cima da base, tem 6,5 metros.

O trabalho mostra Stella, uma das maiores representações do Candomblé no país, sentada em um trono, com aspecto sereno, sob os olhares - e cuidados - de Oxóssi, o orixá da caça - como pontuaram os representantes da religião de matriz africana, durante a inauguração da obra de arte, na manhã desta terça-feira (9).

A escultura do protetor da ialorixá, que já havia sido instalada na via inaugurada há três meses, também é de autoria do artista plástico e escultor baiano Tatti Moreno. Agora, ele ganha a companhia de Mãe Stella. Para o obá odofin (ministro de Xangô) Ribamar Daniel, presidente da Sociedade Cruz Santa do Ilê Axé Opô Afonjá, os soteropolitanos ganham em cultura.

"Nós, que convivíamos com ela, teremos sempre aquela imagem, que é eterna. A escultura embeleza a cidade, a fisionomia é fiel, ficou perfeita. E vai servir para manter o legado dela imortalizado na cidade, para os soteropolitanos", comentou o líder religioso do terreiro - um dos mais antigos da cidade -, que a ialorixá conduziu por quatro décadas. 

Os mesmos elogios, Ribamar direcionou à imagem de Oxóssi. "Era o dono da cabeça dela. Eu fico realmente muito feliz, muito emocionado com a sensibilidade que o prefeito teve ao pensar em tudo. Ela está aí, e o orixá que guiava a cabeça dela, também".

Ponto turístico
O novo monumento da cidade fica próximo ao Aeroporto de Salvador e, de acordo com o prefeito ACM Neto, tem tudo para virar um ponto turístico.

"É mais um ponto destacado da nossa capital. Nessa região, não tínhamos nada perto disso. Além de tudo, é uma área historicamente afetada pelos grandes engarrafamentos. A Avenida resolveu, definitivamente, essa questão. E era o que eu queria, uma homenagem que fosse representativa para as pessoas", comentou ACM Neto, acrescentando que o local vai ganhar paisagismo em todo o entorno, além de um estacionamento.

O prefeito afirmou ainda que convidou Tatti Moreno pelas referências do artista, também responsável pelas estatuetas dos orixás do Dique do Tororó. "Queria uma beleza que fosse auto traduzida na obra, e ficou belíssima, melhor ainda do que imaginei que ficaria".

Prefeito disse que Salvador ganhou em cultura: 'Mais um ponto destacado da cidade' (Divulgação/SECOM)

À reportagem, Tatti Moreno disse que, inicialmente, ficou surpreso ao saber que teria a missão de retratar mãe Stella por meio de sua arte.

"Uma emoção, uma nostalgia, vários sentimentos misturados. Estou muito feliz de ter realizado essa homenagem", disse ele, que terminou as estátuas três meses após a encomenda da prefeitura.

Diretor da Fundação Gregório de Matos, Fernando Guerreiro disse que a obra vem como uma resposta providencial, em tempos onde, de acordo com ele, episódios de intolerância religioso têm se tornado frequentes. 

"Reforça a memória das pessoas, dos soteropolitanos, baianos e turistas. Nossa ideia é criar uma estrutura para que as pessoas possam parar, fazer foto, registrar os momentos diante de uma belíssima obra de arte", considerou.

O prefeito reforçou que a ideia é transformar a região numa área onde as pessoas possam "contemplar e valorizar a cultura de Salvador e da Bahia".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas