Com golaço de Gilberto, Bahia vence o Vasco em São Januário

e.c. bahia
07.09.2019, 12:56:00
Atualizado: 07.09.2019, 13:30:13
Gilberto foi o autor do segundo gol do Esquadrão (Thiago Ribeiro / AGIF)

Com golaço de Gilberto, Bahia vence o Vasco em São Januário

Esquadrão chega ao G6 do Brasileiro e aguarda outros resultados da rodada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Bahia vive uma grande fase na Série A. Na manhã deste sábado (7), ao ampliar a fase invicta com outro triunfo, o Esquadrão ainda foi premiado com uma vaga no G6 do Campeonato Brasileiro.

A vítima da vez foi o Vasco da Gama, em São Januário, pela 18ª rodada. O tricolor venceu por 2x0, ampliando a invencibilidade para oito partidas, com quatro triunfos e quatro empates.

Os gols do triunfo vieram no segundo tempo, aproveitando lançamentos de zagueiros no ataque. Nino Paraíba, aos 10, e Gilberto, aos 15, – num golaço, por sinal – marcaram.

Com os três pontos, o Bahia chegou a 30 e pulou da 8ª para a 6ª posição na tabela. Detalhe: com a mesma pontuação do 5º, o Palmeiras, e um ponto atrás do 4º, o São Paulo. Ambos ainda jogam neste sábado.

O Internacional e o Atlético-MG, 7º e 8º colocados respectivamente, têm 27 pontos. O Colorado joga neste sábado às 19h contra o São Paulo no Beira Rio e o Atlético-MG só joga no domingo (8), às 16h, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro.

O tricolor volta a campo no domingo (15), às 16h, na Fonte Nova, diante do Fortaleza, pela última rodada do 1º turno.

MARCOU BEM
Jogando fora de casa, o Bahia montou a boa e velha ‘arapuca’ que tanto vem dando certo na Série A. Foram três volantes e marcação com duas linhas de quatro atletas bem em frente á sua área.

O tricolor fez o seu jogo: deu a bola para o Vasco e esperou aparecer aquela bola para sorrateiramente marcar. A bola não apareceu, e o Bahia teve que saber administrar.

O Vasco teve maior posse de bola, mas o tricolor não deu nenhum espaço. Com isso, o time carioca só chutou de longe. No lance mais perigoso, aos 30 minutos, Clayton foi lançado, Douglas afastou de cabeça e a bola sobrou nos pés de Rossi, que chutou para fora.

Sutilmente, o Bahia mudou a sua postura no início da etapa final. Continuou marcando forte à frente da sua área, com duas linhas de quatro atletas, mas liberou mais Nino e Moisés para apoiarem o ataque.

E MATOU O JOGO
A bola desejada pelo tricolor, enfim, veio aos 10 minutos da etapa final. E, como vem se acostumando nesta Série A, o Bahia tratou de ser impiedoso. Como destacado, Nino se lançou ao ataque na ponta direita e recebeu um belo lançamento do zagueiro Juninho, já na quina da área.

O lateral direito dominou no peito e tocou para Gilberto na área. O camisa 9 chutou, a bola desviou na zaga e ficou com Nino, que tocou na saída de Fernando Miguel. 1x0 Bahia.

O Vasco teve uma chance concreta logo após o gol, aos 13 minutos. Rossi lançou Ribamar na área, que chutou na zaga. Na sobra, Yago Pikachu mandou por cima.

Acontece que aquela bola apareceu para o Bahia mais uma vez, agora para Gilberto, novamente num lançamento longo de zagueiro: Lucas Fonseca achou o centroavante na quina direita da área.

O camisa 9 tricolor deu uma amostra da fase incrível que vive. Depois da bola dar uma quicada, ele pegou de primeira da quina da área e soltou uma pancada, direto no gol de Fernando Miguel. Golaço: 2x0.

Nos minutos finais o Bahia continuou sólido na defesa e o Vasco, já abatido, não assustou. Assim, o Esquadrão terminou o seu 10º jogo em 18 rodadas na Série A sem sofrer gols.

Vasco 0x2 Bahia - 18ª rodada da Série A 2019

Vasco: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Henríquez, Leandro Castán e Henrique (Danilo Barcelos); Fellipe Bastos (Gabriel Pec), Marcos Júnior e Raul; Marrony, Clayton (Ribamar) e Rossi. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Ronaldo e Flávio; Elber (Arthur Caíke), Gilberto (Fernandão) e Lucca (Guerra). Técnico: Roger Machado.

Estádio: São Januário
Gols: Nino Paraíba, aos 10, e Gilberto, aos 15 minutos do 2º tempo

Cartão amarelo: Yago Pikachu, Henrique e Marcos Júnior (Vasco); Elber (Bahia)

Público: 19.195 pagantes
Renda: R$ 756.379,00

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN), auxiliado por Guilherme Dias Camilo (MG) e Jean Marcio dos Santos (RN)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas