Com golaço olímpico, Vitória bate o Guarani e encerra jejum de oito jogos

e.c. vitória
21.08.2021, 18:47:00
Jogadores do Vitória comemoram o golaço de Soares (Jefferson Peixoto/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Com golaço olímpico, Vitória bate o Guarani e encerra jejum de oito jogos

Soares marcou em bela cobrança de escanteio e garantiu o 1x0 para o Leão no Barradão

Um novo turno, um novo Vitória. Após oito jogos de jejum - incluindo os duelos com o Grêmio na Copa do Brasil -, o Leão voltou a ganhar, na estreia do returno da Série B do Campeonato Brasileiro. E teve direito a golaço olímpico de Soares, que garantiu o 1x0 sobre o Guarani, na tarde deste sábado (21), no Barradão.

Apesar do resultado positivo, o rubro-negro segue na zona de rebaixamento, na 18ª posição. Mas agora tem 19 pontos, a mesma pontuação do Vila Nova, o 15º colocado, assim como da Ponte Preta e do Londrina, 16º e 17º, respectivamente. Os três, porém, ainda jogam pela 20ª rodada.

O primeiro tempo foi com poucas chances para os dois lados. O Leão teve presença constante no campo de ataque, mas não conseguia criar muitos lances perigosos. Eram muitos erros de passe das duas equipes, que tinham dificuldade em trabalhar a bola. Até parecia que o empate ia permanecer até o fim da etapa. Eis que Soares, aos 48 minutos, marcou o golaço olímpico.

Na volta do intervalo, o Guarani apareceu mais ligado e até ameaçou reagir, mas seguiu com muita dificuldade. Do outro lado, o rubro-negro não apreveitou as chances que teve para matar a partida, mas conseguiu manter o resultado e garantiu o 1x0.

Na próxima rodada, o Vitória visita o Náutico nos Aflitos. A partida será no domingo da semana que vem, dia 29, às 16h.

O jogo

O Vitória entrou em campo com duas mudanças esperadas, em relação à equipe que ficou no 0x0 com o Vila Nova, na rodada anterior. Pablo Siles, que retornou de suspensão, retomou a vaga titular, no lugar de Gabriel Bispo, e Van assumiu a lateral, após Raul Prata ser poupado.

Aos sete minutos, Marcinho sofreu falta perto da grande área. Ele mesmo cobrou, Diogo Mateus rebateu, Mateus Moraes acertou a cabeça, mas Rafael Martins defendeu. Pouco depois, Andrigo deu o troco com um chute da intermediária, mas Lucas Arcanjo impediu, sem dificuldade.

Aos 14, mais um lance do rubro-negro, em nova falta cobrada por Marcinho. Pablo tirou e, na sobra, o próprio camisa 11 enfiou para Soares. Ele passou para Wesley, que, dentro da área, bateu, mas a bola parou em Carlão. Fernando Neto também arriscou um chute de longe, mas subiu demais.

Aos 42 minutos, veio a primeira grande chance da etapa - só que foi do Guarani. Júlio César dominou e abriu com Andrigo, que ajeitou e bateu com categoria. Mas Lucas Arcanjo fez uma linda defesa e evitou o gol. Três minutos depois, o Bugre tentou novamente, mas o goleiro rubro-negro impediu, sem problemas.

Quando o primeiro tempo parecia que ia acabar em 0x0 morno, veio uma pintura de Soares. O camisa 10 bateu escanteio fechado, com categoria, e marcou um golaço olímpico no Barradão, aos 48 minutos.

No segundo tempo, o cenário se inverteu. Se, no primeiro, o Leão passava mais tempo no campo de ataque, viu o Guarani voltar do intervalo mais ligado. Maxwell arriscou um chute de fora da área aos oito minutos, mas foi para fora. Aos 12, Bruno Sávio também tentou de longe, defendido por Lucas Arcanjo.

Aos 26, foi a vez do Vitória ter uma oportunidade de perigo. Marcinho recebeu, puxou para o meio, costurando a defesa visitante, mas bateu para fora.

O Guarani voltou a assustar dez minutos depois, com duas cobranças de falta quase seguidas. A primeira, com Andrigo, foi para fora. A segunda, com Bidu, bateu na barreira. 

No fim, David ficou perto do segundo do Vitória, quando invadiu a área sozinho e bateu, mas o goleiro Rafael Martins fez grande defesa e o placar foi selado.

FICHA TÉCNICA

Vitória x Guarani - 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Vitória: Lucas Arcanjo, Van, Mateus Moraes, Wallace e Roberto; Pablo (Gabriel Bispo), Fernando Neto (Cedric) e Soares (Bruno Oliveira); Wesley Pionteck (David), Samuel (João Victor) e Marcinho. Técnico: Wagner Lopes.

Guarani: Rafael Martins, Diogo Matheus (Maxwell), Thales, Carlão e Bidu (Eliel); Índio, Tony (Pedro Acorsi) e Andrigo; Pablo (Allan Victor), Bruno Sávio e Júlio César (Júnior Todinho). Técnico: Daniel Paulista.

Estádio: Barradão
Gol: Soares, aos 48 minutos do primeiro tempo;
Cartão amarelo: Wallace, Pablo e Lucas Arcanjo, do Vitória; Pedro Acorsi, Carlão e Rafael Martins, do Guarani;
Arbitragem: Alisson Sidnei Furtado, auxiliado por Fábio Pereira e Cipriano da Silva Sousa (trio do Tocantins).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas