Com grande procura, edição do CORREIO com copo para criançada esgota em 2h

salvador
09.10.2020, 18:53:24
Atualizado: 09.10.2020, 20:01:15

Com grande procura, edição do CORREIO com copo para criançada esgota em 2h

Crianças e adultos aprovaram o copinho especial do jornal

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Divulgação

Teve gente rodando Salvador atrás da edição desta sexta-feira (9) do CORREIO, que vinha com um copo de acrílico com canudinho e um jogo caça-palavras. Os 12 mil exemplares com o presente especial do jornal para o Dia das Crianças, comemorado na próxima segunda (12), esgotaram nas bancas em apenas duas horas. A gerente de mercado-leitor do CORREIO, Mara Salmeron, festejou a ação.

"Os exemplares e copinhos esgotaram em duas horas. As bancas abrem às 6h30 e às 8h30 já não tinha mais. Não deu pra quem quis. Muitos clientes dos próprios pontos, inclusive, pediram para reservar. Mesmo a gente aumentando a tiragem, esgotou", conta.

Os leitores já sabiam que a edição com o copo seria muito procurada. Para garantir o presente dos netos e filhos, três clientes da Banca Santana, no Rio Vermelho, esperavam na porta a abertura do estabelecimento às 5h50 desta sexta.

“Logo na abertura, eu vendi três jornais. Outras pessoas pediram para reservar o jornal, mas eu não podia porque isso iria deixar alguns clientes sem o copo”, conta o gerente da Banca Santana, Antônio Gutemberg, conhecido como Guto.

Edição do CORREIO com copo esgotou em 2 horas
Edição do CORREIO com copo esgotou em 2 horas

Por lá, os exemplares do CORREIO esgotaram em pouco mais de 1h. Os clientes não param de chegar em busca de um exemplar, cabe a Guto advertir que tudo já acabou mesmo. 

“As pessoas devem procurar assim até eu fechar hoje. Todo mundo gostou muito do copo. Uma moça comprou dois jornais e voltou mais tarde para tentar levar mais, mas a edição já tinha esgotado”, comenta Guto.

Reserva
Na Banca Caramelo, em Brotas, a edição de sexta do CORREIO estava esgotada desde quinta (8), antes mesmo do jornal ter sido impresso. A dona do estabelecimento, Vera Lúcia Souza, reservou todos os exemplares para seus clientes mais fiéis, que mandaram mensagens, ligaram e foram até a banca só para garantir a oferta promocional de Dia das Crianças do CORREIO.

“Se chegasse 100 jornais, eu ia vender a centena. Nem deu para reservar a quantidade que os clientes pediram, tive que controlar. Hoje mesmo, eu só fiz a entrega para quem já tinha pedido”, conta Vera Lúcia.

No Chame-Chame, a dona da Banca Salinas, Laurência Rodrigues, teve que fazer uma lista para organizar os pedidos de reserva do jornal. O cliente com o nome na lista que chegasse primeiro poderia levar seu copo. Em meia hora, os exemplares esgotaram no estabelecimento. 

“Uma cliente queria levar 5 jornais para dar um copo para cada sobrinho, mas só deu para comprar 3. A procura foi muito grande, vendi muito e o pessoal não para de chegar procurando mais. Eu até indico outras bancas, mas acabou em todos os lugares”, diz Laurência.

Responsável pela Banca Maria, Pedro garantiu o copo do filho antes que todos exemplares do jornal esgotassem (Foto: Reprodução)

Os leitores chegavam na Banca Caramelo contando ter passado em vários pontos de venda sem conseguir comprar um exemplar do jornal. Entretanto, no estabelecimento de Brotas, também não tinha mais. A situação foi a mesma na Banca Maria, no Garcia, onde a edição esgotou em 40 minutos.

“As pessoas diziam que já tinham passado pelo Campo Grande e estavam tentando a sorte na minha banca, mas eu já não tinha mais jornal às 7h20. O pessoal brincava que ia brigar comigo porque os filhos estava cobrando os copos”, relembra o responsável pela Banca Maria, Pedro de Almeida. 

Informação e diversão
Na oferta promocional de Dia das Crianças do CORREIO, o jornal impresso com o copinho saiu pelo preço total de R$ 2. Os copinhos estavam disponíveis em três cores alegres: roxo, verde e laranja. A ação, uma forma legal e acessível de presentear os pequenos, busca associar o universo lúdico à importância da informação. Com o caça-palavras, a criançada pode ainda exercitar a curiosidade.

“Como em todas as outras campanhas, pensamos sempre com muito carinho em tudo para agradar ao leitor. Essa foi ainda mais especial, pois foi direcionada ao nosso público infantil. Juntamos informação com diversão, além da própria utilidade do copo para eles. Com o copinho, o momento de tomar um suco ou água vai virar diversão", completa Mara.

Dia das Crianças: edição do CORREIO desta sexta acompanha copo com caça-palavras

Copo do CORREIO estampado com caça-palavras foi um sucesso nas bancas (Foto: Arquivo CORREIO)

O comerciante Eugênio da Silva, 58 anos, correu para as bancas na manhã desta sexta e acabou conseguindo garantir o último copinho da Banca Caramelo. Ele conta que a sua filha de 10 anos está maravilhada com o objeto.

“Minha filha amou, ela achou lindíssimo. Eu queria comprar um de cada cor, mas não tinha mais na banca quando eu passei às 8h30. Consegui garantir um, o que foi ótimo porque minha filha queria muito desde que viu o anúncio na TV”, conta Eugênio.

O copinho também encantou os adultos. A balconista Andreia Santos, 43, levou dois copos e jornais para casa, um para ela e outro para o seu sobrinho de 21 anos, mas o que ela queria mesmo era levar todos os exemplares da Banca Salinas.

“É um copo maravilhoso. Ele é bonito e ainda funcional, dá para levar para qualquer lugar. Dá até para dar de presente. Assim que eu soube da promoção, reservei meus jornais”, conta Andreia, que pediu mais promoções do CORREIO.

Na edição única do fim de semana, que circula entre sábado (10) e domingo (11), a galerinha vai poder conferir o gabarito do caça-palavras. Já na edição do feriado, na segunda-feira (12), haverá uma página inteira para colorir. A versão impressa do CORREIO chega aos pontos de venda do estado às 6h30.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas