Com Walter, Vitória treina para pegar o Ceará na Copa do Nordeste

e.c. vitória
04.03.2021, 15:30:00
Atualizado: 04.03.2021, 15:30:52
Walter fez seu primeiro treino com bola na Toca do Leão (Foto: Letícia Martins/EC Vitória)

Com Walter, Vitória treina para pegar o Ceará na Copa do Nordeste

Atacante fez trabalho em campo reduzido; Leão enfrenta Vovô neste sábado (6), às 16h, no Castelão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O elenco do Vitória deu sequência, na manhã desta quinta-feira (4), à preparação para enfrentar o Ceará, pela 2ª rodada da Copa do Nordeste. Dessa vez, com uma novidade: Walter finalizou os exames e fez sua primeira atividade com bola na Toca do Leão. O atacante treinou em campo reduzido com os reservas, sob a orientação do auxiliar técnico Flávio Tanajura. 

Enquanto isso, o técnico Rodrigo Chagas promoveu um trabalho tático, orientando sobre as estratégias para enfrentar o Vovô no torneio regional. A partida será neste sábado (6), às 16h, no Castelão.

Antes do treinamento, os jogadores passaram por mais uma rodada de testes para covid-19, como parte do protocolo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A preparação do Vitória será finalizada nesta sexta-feira (5) pela manhã, quando Rodrigo deve corrigir detalhes táticos da equipe e trabalhar bolas paradas ofensivas e defensivas. Depois, o grupo seguirá viagem para Fortaleza.

Para o Ba-Vi
Walter foi anunciado oficialmente pelo Vitória na noite de quarta-feira (3). O atacante de 31 anos, que desembarcou em Salvador na última terça-feira (2), assinou contrato até o fim da Série B.

Segundo o clube, a expectativa é que o novo reforço faça sua estreia com a camisa rubro-negra no clássico contra o Bahia, no dia 17 de março. O jogo, válido pelo Campeonato Baiano, será às 16h, no estádio de Pituaçu.

"Estou muito feliz. Depois de 16 anos, voltar para o Vitória, o primeiro time que me abriu as portas fora de Recife. Cheguei com 15, 16 anos. Com 31 anos, voltar, é uma felicidade muito grande. Tem tudo para fazer um grande campeonato. Não vejo a hora de vestir essa camisa", comemorou Walter, ao site oficial do Leão.

"Vou me preparar muito para estar bem aqui. Sei que o presidente me cobra muito. Paulo vai me cobrar demais. Já trabalhei com ele e sei como é. Por isso que eu vim. Jamais vou incomodar. Tenho que estar sempre ligado, porque se eu relaxar, ele vai estar em cima de mim", continuou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas