Comissão de Solidariedade repudia homenagem a Israel em Salvador

salvador
09.05.2019, 22:40:00

Comissão de Solidariedade repudia homenagem a Israel em Salvador

Sessão especial da Câmara Municipal acontece terça-feira (14); embaixador receberá título

O Comitê de Solidariedade com a Palestina- Bahia emitiu uma nota de repúdio nesta quinta-feira (9), contra a entrega do Título de Cidadão de Salvador ao embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley. A solenidade, proposta pela vereadora e bispa Lorena Brandão (PSC), será realizada nesta terça-feira (14), às 19h, na Câmara Municipal de Salvador, onde haverá uma sessão especial em homenagem aos 71 anos da criação do Estado de Israel.

Para o comitê, a homenagem não deveria ocorrer por conta dos "covardes bombardeios que Israel voltou a promover contra a população civil palestina de Gaza". Ainda de acordo com a nota de repúdio, "como é sabido, a controversa criação do estado israelense expulsou 800 mil palestinos de seu território e vitimou milhares de pessoas nos últimos 71 anos. Para o historiador israelense Ilan Pappé, trata-se de uma limpeza étnica, já os árabes denominam tal evento de NAKBA, cuja tradução é catástrofe".

Embaixador virá a Salvador (Foto: TV Brasil)

Sendo assim, "sob a ótica do Direito Internacional há consenso de que se trata de ocupação beligerante, na qual um estado é criado através da invasão de territórios por meio da força".

O documento (clique aqui para ler na íntegra) alega ainda que milhares de palestinos vivem no que chamam de "situação de apartheid"  e aponta Israel de "difundir o sentimento de xenofobia contra o povo árabe", o que trouxe consequências graves.

O CORREIO entrou em contato com a assessoria de imprensa de Lorena Brandão, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas