Como negociar uma dívida escolar?

tira-dúvidas finanças
10.02.2020, 05:00:00

Como negociar uma dívida escolar?

Tenho uma dívida grande na escola do meu filho e está muito difícil quitá-la. Qual a melhor forma de negociar esse débito com a escola? Anônimo

Olá Anônimo. Todo início de ano é sempre uma luta para organizar as contas com tantas despesas, tais como o IPTU, o IPVA para quem tem carro, e a escola dos filhos, principal problema a resolver no seu caso. O primeiro passo é fazer uma avaliação de seu orçamento doméstico para entender as principais razões pelas quais não consegue fechar as contas no final do mês. Entendendo seu perfil de gasto, conseguirá planejar o valor que pode se comprometer para pagar a escola de seu filho, seja de que forma for a negociação. O ideal é que após essa avaliação e sabendo o valor que pode se comprometer mensalmente, busque uma negociação obedecendo esses parâmetros, e tente economizar o máximo possível para que possa honrar com a parcela do acordo e com a parcela mensal, porque caso contrário, todo semestre ou inicio de ano terá o mesmo problema. Não conheço suas prioridades nem sua realidade financeira, por isso não posso ser mais específico na orientação, mas em linhas gerais, além da negociação, você pode pensar na possibilidade de trocar de escola, por uma mais em conta, até melhorar a organização financeira da família, depois disso vocês retornam ao padrão de ensino que tinham, mas dessa vez com um melhor  planejamento.


Edísio, como funcionam os aplicativos de pagamentos como o Pic Pay? Quais as vantagens? Carolina Pereira

Olá Carolina. Os aplicativos de pagamento são mais um tipo de inovação que as startups apresentaram ao mercado para facilitar a vida das pessoas, tornando o dia a dia mais prático evitando que gastemos muito tempo com atividades burocráticas. Eles funcionam como uma carteira eletrônica, permitindo que deixemos de andar com dinheiro físico e passemos a fazer os pagamentos pelo aplicativo, como o PicPay, por exemplo. Além disso, os usuários podem realizar transferência, pagamento em cartão de crédito ou débito, dentre outras operações. Vale destacar que as funções e facilidades variam dependendo do APP, que pode inclusive, ter versões pagas para uso corporativo. A principal vantagem é que é possível realizar transferências e pagamentos sem se preocupar em ter dinheiro físico na mão, o que acaba dando maior segurança, funcionando como uma espécie de carteira virtual. Outra vantagem importante é a praticidade para realizar operações financeiras, considerando que atualmente é muito mais difícil esquecermos o aparelho celular do que a carteira ou a bolsa. Uma desvantagem é que se precisar de dinheiro, alguns aplicativos não permitem o saque, o que pode inviabilizar o fator segurança e obrigar você a ter que andar com dinheiro do mesmo jeito. 


Tem dúvidas de finanças pessoais? Envia um e-mail pra gente: carteiracorreio@redebahia.com.br

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas