Como organizar o registro dos gastos?

tira-dúvidas finanças
10.08.2020, 05:00:00

Como organizar o registro dos gastos?


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Como eu posso organizar uma espécie de 'planner' para controlar as despesas? Todo mês, eu sempre acabo perdendo alguma anotação que fiz. Selma Oliveira 

Olá Selma. A liberdade financeira é o grande desafio de todos nós, conquistar a independência e poder realizar os projetos e conquistar os nossos sonhos é um grande desafio. O primeiro passo é de fato encontrar a melhor forma de construir um eficaz planejamento financeiro, com ações constantes que visam impactar positivamente no orçamento familiar. Um fator muito importante que precisar ficar claro nas nossas mentes, é que independentemente do planner escolhido, se não houver uma forte intervenção nas informações, será trabalho perdido. Encontre a melhor forma de controlar o orçamento, seja com uma simples planilha ou utilizando aplicativos que facilitam a gestão, e acompanhe regularmente os seus números. Analise cuidadosamente os dados e interfira neles, faça as mudanças que forem necessárias para alcançar os objetivos, não espere que apenas os registros façam todo o trabalho, de forma alguma, são apenas recursos que nos apoiam na tomada de decisão. O sucesso do seu planejamento está intimamente ligado à sua capacidade de mudança, com foco e disciplina para chegar ao seu objetivo maior. Não será fácil, mas é possível, é só começar. 


É possível investir mesmo na crise? Que aplicação você recomenda com um aporte baixo, porém, com um rendimento acima da poupança? Murilo Menezes 

Olá Murilo. Diria que sim, é muito possível investir, apesar da crise. Toda essa instabilidade que o mundo vive tem trazido desalento e dificuldades em todas as partes do planeta, mas tem promovido muitas oportunidades, basta olhar para as empresas se reinventando e pessoas construindo novas oportunidades. No Mercado Financeiro não é muito diferente, os índices da Bolsa despencaram no início da crise, mas já assumem uma posição forte de recuperação, isso gerou muitas oportunidades para quem estava atento na hora de investir. Claro que nem tudo são flores, empresas quebraram nesse processo e pessoas perderam dinheiro, faz parte. Para investimentos com menos risco, opta-se pela renda fixa, que não tem apresentado boas taxas de rentabilidade, mas possui um nível de segurança muito maior, adequado para investidores com perfil conservador, como me parece ser o seu caso. A Caderneta de Poupança apresenta resultados pífios, abaixo da inflação, mas existem produtos que rendem um pouco mais que a Poupança e possuem o mesmo nível de segurança. Um bom exemplo é o Tesouro Direto, que são os títulos públicos, com papeis pós-fixado, indexado a inflação, como o IPCA+, que vai garantir um ganho real ao seu investimento. É possível também, investir em CDB, Letra de Crédito, são produtos conservadores, contudo, a rentabilidade não é muito grande justamente pelo fato da SELIC baixa, que a principal referência para remuneração desse tipo de ativo. 
 

 Tem dúvidas sobre finanças pessoais? Mande um e-mail para carteiracorreio@redebahia.com.br

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas