Comprova encerra 3ª fase com 283 investigações publicadas; 194 relacionadas à pandemia

brasil
05.03.2021, 22:37:39
Atualizado: 05.03.2021, 22:48:16

Comprova encerra 3ª fase com 283 investigações publicadas; 194 relacionadas à pandemia

O Projeto Comprova investigou 283 conteúdos suspeitos sobre a pandemia, o processo eleitoral de 2020 e políticas públicas relacionadas ao governo federal

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O projeto Comprova encerra nesta sexta-feira, 5 de março, a terceira fase do projeto colaborativo formado por 28 organizações de mídia para verificar conteúdos suspeitos que trafegam pelas redes sociais com alta viralização. Nessa fase, jornalistas receberam treinamento e trabalharam em colaboração para investigar e publicar relatórios de 283 verificações. Dessas, apenas 8 provaram-se verdadeiras. As demais 275 eram falsas (conteúdo fabricado) ou enganosas (informações descontextualizadas, que confundem ou usam dados imprecisos).

No total, 78 jornalistas e 14 estagiários de jornalismo participaram da fase 3 do Comprova.

Investigações

Sete em cada dez investigações do Comprova nessa fase (194 verificações) estavam relacionadas à pandemia. Dois temas se sobressaíram nesse período: conteúdos suspeitos sobre o chamado tratamento precoce e drogas cuja eficiência contra a covid-19 não foi comprovada, caso de cloroquina e ivermectina, somaram 52 investigações; e 46 boatos sobre vacinas foram investigados pelos jornalistas do Comprova, com maior incidência nas últimas semanas.

Conteúdos suspeitos sobre políticas públicas relacionadas ao governo federal foram investigados também pelo Comprova. Na fase 3, o número de investigações chegou a 61 verificações, a maior parte delas ligadas a políticas de infraestrutura e meio ambiente.

Durante o período eleitoral, o Comprova publicou 28 investigações de conteúdos sobre o processo eleitoral, com destaque para boatos que questionavam a confiabilidade das urnas eletrônicas.

Comprova + Comunidade

De setembro de 2020 a fevereiro de 2021, graças ao apoio da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, o Comprova contou com a colaboração de oito iniciativas jornalísticas que se associaram ao projeto para receber treinamento e apoiar investigações de conteúdos suspeitos sobre a pandemia de covid-19. O Projeto Comprova + Comunidades agregou ao grupo 16 jornalistas de Alma PretaAgência MuralMarco ZeroFavela em PautaColetivo BereiaColetivo NiaraRádio Noroeste e Amazônia Real.

Jornalismo colaborativo
O Projeto Comprova é uma iniciativa colaborativa cuja redação foi coordenada pelos editores Sérgio Lüdtke, José Antônio Lima, Helio Miguel Filho e David Michelsohn.

Abaixo listamos todos os colaboradores que participaram das atividades de monitoramento e investigação na fase 3 do Comprova.

Investigadores participantes
Jornalistas que representaram as 28 organizações que formam a coalizão de veículos de comunicação do Projeto Comprova:

Alessandra Monnerat

Alice de Souza

Aline Nunes

Amanda Rainheri

Ana Luiza Bongiovani

Brunno Carvalho

Bruno Fiaschetti

Camila Cardoso de Oliveira

Carlos Mazza

Cecília Emiliana

Cecília Sorgine

Cido Coelho

Clara Cerioni

Clarissa Pacheco

Cristian Edel Weiss

Éder Kurtz

Eduardo Miranda

Eric Raupp

Fernanda Santana

Flávia Oliveira

Gabi Coelho

Guilherme Bianchini

Guilherme Justino

Homero Pivotto Jr.

Iara Diniz

Jean Laurindo

João Vitor Marques

Judite Cypreste

Juliana Arreguy

Juliana Maciel

Karla Torralba

Laila Mouallem

Larissa Avilez

Ligia Tuon

Lucas Borges Teixeira

Luciana Loebens Marschall

Luísa Alcantara

Mahila Ames de Lara

Márcio Leijoto

Maria Clara Pestre

Mariana Vick

Mayara Vieira

Melissa Fernandez

Michel Vítor

Natalia Bourguignon

Pablo Fernandez

Paulo Veras

Pedro Garcia

Pedro Prata

Plínio Lopes

Raquel Lopes

Renan Marra

Samuel Lima

Stephanie Mendonça

Thatiany Nascimento

Tiago Aguiar

Valquíria Homero

Victor Pereira

Wagner Mendes Crispim

Projeto Comprova + Comunidades
Jornalistas que representaram as 8 organizações participantes do projeto + Comunidades:

Alícia Lobato

Aline Goulart Soares

Andressa Almeida

Andreza Ferraz

Dandara Franco

Edda Ribeiro

Fábio Silva de Oliveira

Gabi Coelho

Gisele Alexandre

Inácio França

Ira Romão

Jonathan Karter

Juliana Dias

Luciana Petersen

Rafael Costa

Roberta Camargo

Programa de estágio FAAP + Comprova
Estudantes de jornalismo da Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP que participaram do programa de estágio no Projeto Comprova:

Beatriz Novik Falcão

Bruna Furlan

Daniel Chammas Schwartz

Gabriel Brode Germano Santos

Gabriela Ghiraldelli Queiroz

Henrique Junqueira Moreira

Isabela G. Andrade

Laysa Victoria Lottermann

Maria Beatriz Barbosa

Maria Paula Trilha Storti

Mariana Buckup Mariotto

Mariana Garcia Menendez

Pedro Alves Duarte

Rafael De Toledo Serra Bittar

O Projeto Comprova é uma iniciativa criada em 2018, por iniciativa da First Draft e liderada pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). Jornalistas de 28 veículos de comunicação do país trabalham colaborativamente para investigar conteúdos suspeitos compartilhados em redes sociais sobre eleições, políticas públicas do governo federal e sobre a pandemia de covid-19.

As organizações de mídia envolvidas na terceira fase do Comprova são: A Gazeta, Gazeta do Sul, AFP, Band News, Band TV, Band.com.br, Canal Futura, CORREIO, Correio de Carajás, Correio do Estado, Correio do Povo, Diário do Nordeste (CE), Estado de Minas, Exame, Folha de S.Paulo, GaúchaZH, Jornal do Commercio, Metro Brasil, Nexo Jornal, NSC Comunicação, O Estado de S. Paulo, O Popular, O Povo, Poder360, Rádio Band News FM, Rádio Bandeirantes, revista piauí, SBT e UOL.

Facebook Journalism Project e Google News Initiative financiaram a terceira fase do Projeto Comprova.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas