Concorrência acirrada: Vitória tem três opções para dupla de zaga

e.c. vitória
18.09.2020, 05:00:00
Maurício Ramos, João Victor e Wallace disputam vaga na zaga titular do Vitória (Letícia Martins / EC Vitória)

Concorrência acirrada: Vitória tem três opções para dupla de zaga

João Victor e Wallace foram titulares nos últimos jogos, mas Maurício Ramos está recuperado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O período de “folga” do Vitória na Série B já havia  sido comemorado pelo técnico Bruno Pivetti. Além de ganhar tempo para preparar o time para os próximos duelos, essa janela livre também serve para recuperar os jogadores que estavam no departamento médico.

Entre eles, Maurício Ramos, vetado por lesão desde o fim de agosto. Agora, o capitão está reintegrado ao elenco, de volta aos treinos e à disposição do treinador. Mas fica a dúvida: ele vai jogar? E, se sim, com quem fará a dupla de zaga?

No páreo, aparece como o favorito João Victor, titular absoluto. O jovem, de 23 anos, esteve em praticamente todas as partidas da equipe principal do Leão neste ano. Dos 23 confrontos do rubro-negro entre Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série B, ele ficou fora em apenas um, por ter levado cartão vermelho.

Maurício Ramos fazia a parceria com o camisa 28. Só que, no triunfo sobre o Paraná por 1x0, no dia 29 de agosto, o então capitão da equipe lesionou o músculo adutor da coxa e foi substituído por Wallace, recém-chegado. Esse, por sua vez, passou a acompanhar João Victor, já que Maurício seguia vetado. Até então, não havia exatamente uma concorrência pela posição.

Wallace, de 32 anos, foi anunciado no dia 17 de agosto, teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF no dia 24 e relacionado pela primeira vez na partida contra o Ceará, pela Copa do Brasil, no dia 26. Como não tinha ritmo de jogo, já que não era titular desde dezembro de 2019, ele ficou só no banco. Eis que, no duelo seguinte, contra o Paraná, Maurício se lesionou. Dali em diante, Wallace se tornou o dono da vaga.

Com João Victor e Wallace como titulares, foram quatro jogos, todos pela Série B. O Vitória perdeu dois, para Confiança e Cruzeiro, ambos por 1x0 fora de casa, ganhou um, em cima do Cuiabá, por 4x2, no Barradão, e empatou com o Juventude, em Caxias do Sul, por 1x1. Ao todo, o Leão sofreu cinco gols, o que dá uma média de 1,25 gol por confronto.

A parceria do jovem com Maurício Ramos, de 35 anos, é muito maior. Foram 13 partidas em que os dois começaram como titulares, entre Copa do Brasil, Nordestão e Brasileirão, com quatro triunfos, oito empates e uma derrota. O rubro-negro sofreu oito gols, o que resulta em uma média de 0,6 por jogo.

João Victor também formou outras duplas na zaga em 2020, motivadas por lesões do camisa 4. Entre elas, com Gabriel Furtado, nos três primeiros confrontos da Série B, antes da contratação de Wallace. O Leão ganhou um, sobre o Sampaio Corrêa, no Barradão, por 1x0, e empatou dois, com Figueirense (0x0) e Ponte Preta (3x3), ambos fora. Os resultados renderam uma média de 1 gol por jogo. 

Gabriel Furtado, por sua vez, também atuou ao lado de Maurício Ramos, quando João Victor estava suspenso pelo cartão vermelho. Foi na derrota do Vitória por 4x3 para o Ceará, em casa.

Justamente os dois jogadores mais experientes do setor, Maurício Ramos e Wallace não fizeram dupla ainda. Caberá a Bruno Pivetti decidir se manda um deles para o banco de reservas ou se será o jovem João Victor, jogador que mais atuou na temporada, que vai sair.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas