Confira o retrospecto do Vitória como mandante na Fonte Nova

e.c. vitória
10.09.2019, 05:35:00
Atualizado: 10.09.2019, 10:32:43
Vitória foi campeão baiano de 2016 na Fonte Nova (Arisson Marinho / CORREIO)

Confira o retrospecto do Vitória como mandante na Fonte Nova

Leão ficou mais de três anos sem perder na arena; veja todas as partidas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Fonte Nova é um ambiente auspicioso ao Vitória. Desde abril de 2013, quando foi inaugurada, a arena já rendeu título, acesso, goleadas sobre o rival e boa média de público ao rubro-negro. Em números gerais, o aproveitamento do Leão no estádio é positivo.

A arena será a casa do rubro-negro até 2022. Na manhã de segunda-feira (9), o Vitória assinou contrato para mudar o mando de campo para a Fonte Nova. O primeiro duelo será no sábado (14), às 16h30, contra o Guarani, pela 22ª rodada da Série B.

Como mandante na Fonte Nova o Vitória acumula nove triunfos, cinco empates e três derrotas. Ou seja: aproveitamento de 62,7%.

O Leão ficou mais de três anos invicto mandando seus jogos no estádio: a primeira derrota aconteceu em outubro de 2016, quando perdeu por 1x0 para o Grêmio pela 29ª rodada da Série A.

Como visitante, o retrospecto do rubro-negro é de cinco vitórias, quatro empates e nove derrotas. Quase todos os jogos nessa condição foram contra o Bahia. Em apenas uma partida o rubro-negro não enfrentou o rival: em 13 de abril de 2013 o adversário foi o Botafogo-BA, pelo Campeonato Baiano. Acabou perdendo por 1x0.

Como visitante, o retrospecto do Leão na Fonte Nova é de 35,18%.

Entre as campanhas em que o Vitória utilizou a Fonte Nova como casa está a da Série B de 2015, que acabou com o retorno à elite. O rubro-negro fez na arena quatro das 19 partidas como mandante.

O contrato do Vitória na época era pontual, sendo negociado jogo a jogo. O rubro-negro escolhia quais partidas mandaria na arena. Diferentemente do que foi assinado nessa segunda-feira (9), quando acertou mandar para lá todas os compromissos.

No ano do último acesso, a mudança para a Fonte Nova fez toda a diferença para impulsionar o público do Vitória naquela Série B. Nos 15 jogos realizados no Barradão, a média de foi de 10.430 torcedores.

Em quatro partidas na arena em 2015, a média foi de 25.086 torcedores.

Confira todas as partidas do Vitória como mandante na Fonte Nova:

Vitória 2x1 Bahia - Baianão 2013
Vitória 1x1 Salgueiro - Copa do Brasil 2013
Vitória 2x2 Internacional - Série A 2013
Vitória 0x0 Bahia - Série A 2013
Vitória 2x1 Goiás - Série A 2013
Vitória 2x1 Bahia - Série A 2014
Vitória 4x1 Mogi Mirim - Série B 2015
Vitória 3x1 Paysandu - Série B 2015
Vitória 1x1 Paraná - Série B 2015
Vitória 3x0 Luverdense - Série B 2015
Vitória 3x1 Náutico-RR - Copa do Brasil 2016
Vitória 1x1 Atlético-MG - Série A 2016
Vitória 2x1 Coritiba - Copa Sul-Americana 2016
Vitória 2x1 América-MG - Série A 2016
Vitória 0x1 Grêmio - Série A 2016
Vitória 0x1 Corinthians - Série A 2017
Vitória 0x1 Coritiba - Série A 2017

Confira todas as partidas do Vitória como visitante na Fonte Nova:

Bahia 1x5 Vitória - Baianão 2013
Botafogo-BA 1x0 Vitória - Baianão 2013
Bahia 3x7 Vitória - Baianão 2013
Bahia 2x0 Vitória - Série A 2013
Bahia 2x0 Vitória - Baianão 2014
Bahia 2x0 Vitória - Baianão 2014
Bahia 1x1 Vitória - Série A 2014
Bahia 1x3 Vitória - Série B 2015
Bahia 0x2 Vitória - Baianão 2016
Bahia 1x0 Vitória - Baianão 2016
Bahia 1x2 Vitória - Baianão 2017
Bahia 2x0 Vitória - Copa do Nordeste 2017
Bahia 1x1 Vitória - Baianão 2017
Bahia 2x1 Vitória - Série A 2017
Bahia 2x1 Vitória - Baianão 2018
Bahia 4x1 Vitória - Série A 2018
Bahia 1x1 Vitória - Copa do Nordeste 2019
Bahia 0x0 Vitória - Baianão 2019

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas